segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Cont. parte 2 =Este país não é para jovens


O país no meu tempo de jovem
Mas no tempo da Guerra Colonial uma comissão de serviço, parecendo eterna, não durava eternamente, e os sobreviventes regressavam ao fim de dois anos. Regressavam é certo, a um país cabisbaixo e desapossado, mas onde, apesar de tudo, lhes era possível construir uma vida, se bem que cinzenta ao menos autónoma.
O país e os jovens nos dias de hoje
Como sobreviver porém, física e moralmente, à guerra que se abate hoje sobre os jovens, condenados sem fim à vista à precaridade, à humilhação e à desesperança, impedidos de construir familia ou de ter vida própria? Quando uma boa parte é da responsabiliade política por isso  é justamente da minha geração, sobretudo daqueles que, logo que puderam, se meteram na cama com o inímigo do seus vinte anos.

Governo encontra solão mágica...
Passos Coelho tirou um coelho da cartola e começou a solucionar o problema, primeiro correndo com os professores que não têm colocação e mandadndo-os a imigrarpara o Brasil ou Angola (quando quem devia emigrar era ele com todo o seu staff e fazendo-se acompanhar pelos  membros do anterior Governo).
Vamos a aguardar para icarmos a saber quais serão os próximos a abandonar o país?

2 comentários:

Anónimo disse...

Realmente o PM deu uma gaffe do caneco... E se o gajo o disse pensando "nas remessas" acreditem que o Passos Coelho está completamente enganado... O perfil deste novo emigrante português é diferente e ninguém está interessado em construir uma casa lá na terra.
Valdemar Alves

Fuzo Observador disse...

Ísto não foi nenhuma gaffe, ainda não há muito tempo um Secretário de Estado deste mesmo Governo fazia a mesma afirmação, mandando a Rapaziada para longe daqui, todos sabemos que isto por aqui já foi chão que deu uvas, mas um Governante que se preze, não deve mandar os seus Concidadãos porta fora, mas para além de estarmos falidos de dinheiro, também o estamos em valores morais, pelo que já nada nos causa admiração.
Um abraço
Virgilio