sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Mensagem = O esclarecimento que se impõe.

Informação
Como aqui várias vezes  tenho afirmado: por muito fortes que possamos ser, vezes há  que somos confrontados com situações que temos de  optar. Mesmo naqueles casos que nos são tremendamnte difíceis
difíceis e penantes.
Perante aconselhamento médico tive de optar ou procurar descanso a 100% ou sem poder continuar a esforçar-me, mas que não seria possivel, nem o corpo tinha forças, nem a mente funcionava.
Suspendi a actividade no computador, telefones, contactos pessoais (não aconselhável) nem saídas de casa a não ser  as ídas ao Hospital.
Não saber é pior de que não vêr!!!...
Media as tensões diáriamente, neste período fui algumas vezes aos médicos, nenhum se apercebeu dos valores  cardíacos. 154, 157, quando os valores recomendados  variam 5,5 (aqui nada havia a fazer).

Levantei-me e caí , feri-me na sobrancelha direita e dirigi-me ao Hospital da Arríba, após fazer um exame foi-me detectada uma arritmia e que os vlores de  154 pulsações confirmam.
Iniciei tatamento e fiquei internado três dias, tive alta na passada terça-feira e já com os valores cardíacos em 83  (óptimos). Vou logo tirar a meia dúzia de pontos hoje sábado pelas 19h.

Ficam aqui explícitas as razões das minhas ausências.
Não sou pessoa de melindres e tenho-vos a todos vós no coração.
 Felizes Festas Natalícias e um Bem Hajam.
Páscoa aquele abraço.
Espero que no Verão a Figueira também seja minha.
Não estou esquecido

4 comentários:

António Querido disse...

São situações, que podem atingir qualquer um de nós, mas só quem está no meio do fogo, ou por lá passou as sabe valorizar, que essa tua grande coragem, te continue a acompanhar, és um resistente os teus familiares, o teu Douro, o nosso lago Niassa, os teus amigos, estarão sempre a teu lado e claro como não podia deixar de ser, a foz do Mondego e a minha Figueira esperamos por ti, até lá o meu grande abraço e rápidas melhoras!

edumanes disse...

O amiga Valdemar Marinheiro, voltou
E todos ficamos contentes
A sua saúde estabilizou
Para o receber, sempre presentes,

Todos juntos, neste caso no pensamento
Vamos nossos contactos continuar
Pela internet, a qualquer momento
Para ti o meu abraço amigo Valdemar.
Do compadri, Eduardo.

Fuzo Observador disse...

Ó Amigo Valdemar, agora veio tudo de uma só vez, esperamos que tudo passe rapidamente, pois já chega de sofrimento.
Um abraço, e as tuas melhoras.
Que passes um Natal o melhor que puderes na companhia dos teus são os meus votos.
Virgilio

TINTINAINE disse...

Como diz o outro, um azar nunca vem só!
E trata dessa máquina pois se ela pára de bombar... aí é que é o diabo!
Um abraço!