sábado, 31 de dezembro de 2011

Mandões de vista curta.

Todos os dias nas estações de Televisão, assistimos a ditos comentadores, comentadores esses: que já todos passaram ou estão em altos cargos polícicos e outros diversos, que nada mais fizeram que afundar o país e salvaguardarem as suas chorudas reformas, enquanto o Zé descontava para a reforma e depois receber uma migalha, migalha essa que Governo actual com apoio do PS vão saqueando.
Voltando aos comentadores políticos da elite da nossa sociedade esses vão proclamando que estamos em crise, que é preciso austeridade.
Mas esses fulanos não sabem do que falam, porque não são eles que ficam sem trabalho, sem meios de subsistência, sem casa, sem pão na mesa para dar as filhos, que ssujeitam-se à humilhação para poder sobreviver. Esses Senhores, instalados nas suas moradias de luxo,com aquecimento, empregadas domésticas, filhos em colégios privados, carros topo de  gama, que vão de férias em qualquer altura do ano com o dinheiro ganho pelo suor de quem trabalha  e aufere salário mínimo, não tem estatuto para falar.
Os governantes actuais são chefes, não têm capacidade para colocar o país em marcha. Por isso se lhes resta alguma honestidade/dignidade intelectual demitam-se, porque também é digno saber-se assumir que não somos capazes de liderar um projecto colectivo.

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Quem daria emprego (não estou a falar de trabalho)


Curriculum do nosso primeiro-ministro.



Quem daria emprego (não estou a falar de trabalho…a alguém com esta “Carreira de Vida”(Curriculum Vitae [CV])!?...
Nome: Pedro Passos Coelho
Morada: Rua da Milharada - Massamá
Data de nascimento: 24 de Julho de 1964
Formação Académica: Licenciatura em Economia – Universidade Lusíada
(concluída em 2001, com 37 anos de idade)
Percurso profissional: Até 2004, apenas actividade partidária na JSD e PSD;
a partir de 2004 (com 40 anos de idade) passou a desempenhar vários cargos
em empresas do amigo e companheiro de Partido, Engº Ângelo Correia,

de quem foi diligente e dedicado ‘moço-de-fretes’,
tais como :
(2007-2009) Administrador Executivo da Fomentinvest, SGPS, SA;
(2007-2009) Presidente da HLC Tejo,SA;
(2007-2009) Administrador Executivo da Fomentinvest;
(2007-2009) Administrador Não Executivo da Ecoambiente,SA;
(2005-2009) Presidente da Ribtejo, SA;
(2005-2007) Administrador Não Executivo da Tecnidata SGPS;
(2005-2007) Administrador Não Executivo da Adtech, SA;
(2004-2006) Director Financeiro da Fomentinvest,SGPS,SA;
(2004-2009) Administrador Delegado da Tejo Ambiente, SA;
(2004-2006) Administrador Financeiro da HLC Tejo,SA.
Este é o “magnífico” CV do homem que‘teoricamente’ governa este País! Um homemque
nunca soube o que era trabalhar até aos 37 anos de idade! Um homem que,
mesmo sem ocupação profissional, só conseguiu terminar a Licenciatura
(numa
 Universidade privada…) com 37 anos de idade!
Mais: um homem que, mesmo sem experiência de vida e de trabalho, conseguiulogo
obter emprego como ADMINISTRADOR…em empresas de Ângelo Correia“barão”
do
PSD e seu tutor
 e patrão político!... E que nesse universo continua a exercerfunções!...
É ESTE O HOMEM QUE FALA DE “ESFORÇO” NA VIDA E DE“MÉRITO”!
É ESTE O HOMEM QUE PRETENDE DAR LIÇÕES DE VIDA A MILHARES DE
TRABALHADORES
DESTE PAÍS QUE NUNCA CHEGARÃO A ADMINISTRADORES DE EMPRESA ALGUMA, MAS
 QUE
LABUTAM ARDUAMENTE HÁ MUITOS E MUITOS ANOS NAS SUAS EMPRESAS,GANHANDO
 ORDENADOS DE MISÉRIA!
É ESTE O HOMEM QUE, EM TOM MORALISTA, FALA DE “BOYS” E DE “COMPADRIOS”,
 LOGO
ELE QUE, COMO SE COMPROVA, NÃO PRECISOU DE “FAVORES” DE NINGUÉM
 PARA ARRANJAR EMPREGO!...
EDIFICANTE… NÃO É?...

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Passagem de ano e ano 2012

 Para todos vós desejo uma passagem de ano com boa saúde e partilha.
O Nono Ano que vos traga em 2012, saúde, harmonia familiar e paz.
São os votos sinceros
de
Valdemar FerreiraMarinheiro

sábado, 24 de dezembro de 2011

O velho avarento e o primeiro ministro

Ebenezer Scrooge é um velho avarento retratado por Carleis Dickens na obra " Um conto de Natal" que não quer saber do Natal para nada, quase exigindo que oe seus empregados trabalhem nesta data.
O actual primeiro - ministro parece ter copiado o estilo do senhor, é carrancudo, arrogante, exigindo que se trabalhe mais meia hora, impondo sobretaxas sobre o subsídio de Natal, extirpando a função pública e os pensionistas.
A não ser que os fantasmas de Scrooge decidam assombrar este governo para a sua obigação social ou 2012 será o pior Ano de sempre.
Gostava de vê-lo chorar copiosamente como fez a ministra  italiana quando anunnciou o aumento das taxas moderadoras na saúde, quando eliminar feriados, quando obriga ao pagamento das ex- SCUT, quando aumentar a taxa do IVA, quando rebentar com a economia e aumentar o desemprego.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Os humilhados do século XXI

Em que ocupam a inteligência, os milhões de portugueses  com salários e reformas iguais e inferiores ao salário mínimo nacional?
Acaso a maioria desta imensa  mole  mole humana de exploradores e humilhados, tem consciência de ser a maior força política e social deste país?
É evidente que não...
Com as mentes empedernidas por uma educação secular que fomenta o individualismo e subestima os valores do ser, ainda não perceberam que é possível construir uma sociedade mais solidária e mais igual.
Se em democracia todos são responsáveis, pergunto: a quem tem sido dado o poder durante dezenas de anos a maioria destes milhões  de expoliados?
Os carneiros, deixam que o dono insensível lhes tosquie o pêlo, lhes coma a carne e lhes chupe os ossos.
A maioria dos espoliados, acomodam-se submissos a governos insensiveis afirmando com toda a sua eloquência, que não vale a pena porque são todos iguais.   

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Um Natal pleno de harmonia familiar e amigos. Feliz Natal

Ora vivam amigos um Natal feliz os votos sinceros do Valdemar Ferreira Marinheiro


NATAL 2011

Neste Natal estamos de tanga!

Este ano não haverá presépio. Já é oficial:

A vaca está louca e não se segura nas patas;

A estrela polar apagou-se devido às restrições impostas pela troika

Os Reis Magos não podem vir porque os camelos foram para o governo;

A Nossa Senhora e o São José foram meter os papéis para o rendimento mínimo;

A ASAE fechou o estábulo por falta de condições;

O Tribunal de Menores ordenou a entrega do Menino ao pai biológico...

E até os 2 burros desapareceram: Um foi para Belém e o outro para São Bento.



segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Cont. parte 2 =Este país não é para jovens


O país no meu tempo de jovem
Mas no tempo da Guerra Colonial uma comissão de serviço, parecendo eterna, não durava eternamente, e os sobreviventes regressavam ao fim de dois anos. Regressavam é certo, a um país cabisbaixo e desapossado, mas onde, apesar de tudo, lhes era possível construir uma vida, se bem que cinzenta ao menos autónoma.
O país e os jovens nos dias de hoje
Como sobreviver porém, física e moralmente, à guerra que se abate hoje sobre os jovens, condenados sem fim à vista à precaridade, à humilhação e à desesperança, impedidos de construir familia ou de ter vida própria? Quando uma boa parte é da responsabiliade política por isso  é justamente da minha geração, sobretudo daqueles que, logo que puderam, se meteram na cama com o inímigo do seus vinte anos.

Governo encontra solão mágica...
Passos Coelho tirou um coelho da cartola e começou a solucionar o problema, primeiro correndo com os professores que não têm colocação e mandadndo-os a imigrarpara o Brasil ou Angola (quando quem devia emigrar era ele com todo o seu staff e fazendo-se acompanhar pelos  membros do anterior Governo).
Vamos a aguardar para icarmos a saber quais serão os próximos a abandonar o país?

domingo, 18 de dezembro de 2011

Este país não é para jovens

Um estudo revela que 51% dos jovens trabalhadoes com menos de 25 anos recebem um salário inferior a 500 euros por mês, o mesmo acontecendo com 24,5% dos jovens entre os 25 e 34 anos.
Somando a estes  números, referentes tão só aoos "privilegiados" que têm trabalho, os milhares que se encontram em situação de desemprego ou  procuram em vão o primeiros emprego, fácil é concluir que este país não é para jovens.
A minha geração viveu o pesadelo da Guerra Colonial, que semeou entre os jovens mihares de mortos e estropiados e forçou outros tantos à solidão do exilio, enquanto a casta politíca  e económica dominannte ( parte dela ainda hoje avultando por aí) ía metendo com a Pátria na boca, os proveitos da colonização ao bolso.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Mensagem = O esclarecimento que se impõe.

Informação
Como aqui várias vezes  tenho afirmado: por muito fortes que possamos ser, vezes há  que somos confrontados com situações que temos de  optar. Mesmo naqueles casos que nos são tremendamnte difíceis
difíceis e penantes.
Perante aconselhamento médico tive de optar ou procurar descanso a 100% ou sem poder continuar a esforçar-me, mas que não seria possivel, nem o corpo tinha forças, nem a mente funcionava.
Suspendi a actividade no computador, telefones, contactos pessoais (não aconselhável) nem saídas de casa a não ser  as ídas ao Hospital.
Não saber é pior de que não vêr!!!...
Media as tensões diáriamente, neste período fui algumas vezes aos médicos, nenhum se apercebeu dos valores  cardíacos. 154, 157, quando os valores recomendados  variam 5,5 (aqui nada havia a fazer).

Levantei-me e caí , feri-me na sobrancelha direita e dirigi-me ao Hospital da Arríba, após fazer um exame foi-me detectada uma arritmia e que os vlores de  154 pulsações confirmam.
Iniciei tatamento e fiquei internado três dias, tive alta na passada terça-feira e já com os valores cardíacos em 83  (óptimos). Vou logo tirar a meia dúzia de pontos hoje sábado pelas 19h.

Ficam aqui explícitas as razões das minhas ausências.
Não sou pessoa de melindres e tenho-vos a todos vós no coração.
 Felizes Festas Natalícias e um Bem Hajam.
Páscoa aquele abraço.
Espero que no Verão a Figueira também seja minha.
Não estou esquecido

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Pescadores. Verdadeiros Heróis do Mar

Refiro-me aos valentes e heróicos pescadores que reunindo todas as suas forças interiores conseguiram superar os tremendo obstáculos que se lhe depararam e tornaram possivel a sua própria sobrevivênca a uma morte essperada a todo o momento por afogamente. Só com uma enorme força de viver, só assim conseguindo ultrapassar terriveis e indescritíveis dificuldades e que eles ainda tiveram a  coragem de nos dizerm como foi possivel resistir a tanata adversidade. Como se não basta-se ser perigosa, trabalhosa e mal paga, embarçações em muitos casos de segurança dúvidosa. A vida destes bravos heróis do mar em a vida presa ao estado do mar .seu muito acreditar os levou a um final feliz. O seu resgate feito pelo helicoptero Força Aérea veio dar grande alívio para eles, suas familias e todos nós.
Que vivam uma longa vida plena de felicidade, que bem o merece, depois de tanto sofrimento

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

PEREGRINAÇÕES = Já ninguém vai a Fátima.


Já ninguém vai a Fátima. Agora...
                                                           Só resta uma esperança






















Com a crise reinante, esta pequena localidade entre o Pinhão e S. João da,
no Alto Douro Vinhateiro, acredito que, muito em breve, será um local de
grandes peregrinações...
À cautela, regista o local.
Nunca se sabe o dia de amanhã! 




quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

ORAM VIVAM AMIGOS/AS



VOTOS DE FELICIDADES   E CORAGEM
Em primeiro  os votos de saúde da melhor, assim como Festas Natalícias, mesmo sabendo ser tremendamente difícil superar as agruras da vida nos dis que corre, deveremos procurar unindo todas as forças interiores, suficines paraesuperar e podemos viver  a quadra natalíci plena de felicidade nós mesmos e assim nos ser possivel partilhar essa felicidade com famliars e amigos.
INFORMAÇÃO: POTO DA SITUAÇÃO
Desde que me foi diagnosticada a doença onclógica e posteriormente em Agosto o bloqueamento celebral, que não tinha informação para poder sustentar com rigôr do evoluir da situação.
Felizmente foi-me dado essa informação  pela médica  que me acompanha Doutora Sónia Rego.
Confesso que seria egoísmo da minha parte esconder que acreditava que os casos estariam a evoluir positivamente, o que aliás se veio a confirmar.
As coisas estõ a correr positivamente

Apenas sou mais um.
Sou apenas mais um a juntar-me a tantos outros como "aliás" dizem-nos os próprios médicos que  o querer e colaborção total,do paciente, ajuda o tratamento em 50%.
Não é fácil parar-mos tudo e aceitar cumprir rigorosamente e decidir de forma a que essas medidas não se torne mas num alívio, por saber-mos que estamos a claborar para o nosso bem próprio.
Vou continuar com limitação à NET e outras comunicação, inclusive pessoais, mas continuarei bem. Alguma anormalidade darei-a a conhecer de imediato.
Obrigado a todos pela força que me têm transmitido. BEM HAJAM 

BOAS FESTAS
ABRAÇOS E BEIJOS
Valdemar Ferreira Marinheiro

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

A Cigarra e a Formiga

Na Madeira o Carnaval financeiro continua animado. Desta vez (crise?, qual crise?) são 3 milhões de euros só para iluminações natalícias e fogo-de-artifício que, com o "programa de animação" dos ilhéus, que andavam desanimados desde que Jardim confessou estar "entalado" com dívidas e não ter mais euros para distribuir (entretanto, porém, já terá ajuda de Passos Coelho), poderão chegar a 5 milhões. A pagar pelo subsídios  de férias e  Natal adivinhe-sede quem.
Uma  verdadeira festa à madeirense: financiamento com dinheiros púbicos do negócios de empresários de hotelaria e comeriantes loais , tudo gente amiga que, como de costume, não gastará m chavo, limitando-se a ficar eternamente gratos a Jardim e a embolsar lucros com incontornáveis e embasbacadas multidões de turistas que "vai vir em "charters"" da China e do Mundo inteiro para ver as "iluminações", e contratação das "iluminações", por ajuste directo à empesa de um ex-deputado do (surpresa!) PSD-M e por um peço meio milhão acima do valor porque ela se propusera fazê-las em concurso público entretanto anulado após impugnação de outros concorrentes.
Enquanto isso, por cá, os "cubanos" passarão o Natal às escuras pois, como diz o Governo da "troika" (ou lá de quem ele é), é preciso empobrecer.
É a nova versão da fábula da cigarra e da formiga, com a cigarra sempre a folgar e a formiga, na penúria, a trabalhar para lhe pagar os folguedos.
(Com  devida vênia a M. A. Pina e J.N.

O Banho do Padre João.....

Dia do Banho do Padre?
Era sábado, dia do banho do padre João.
A jovem irmã Madalena já havia preparado a água e as toalhas, exactamente como o velho padre gostava. Irmã Madalena foi também instruída para não olhar para o corpo nu do padre, e fazer apenas o que ele lhe pedisse. E rezasse...
Na manhã seguinte, a madre superiora perguntou à irmã Madalena se o banho havia decorrido bem.

- Ah! Madre - disse irmã Madalena - eu fui salva!
- Salva? Como assim? - Perguntou a madre superiora.
- Bom, quando o padre João estava todo ensaboado, ele pediu-me para enxaguá-lo. Enquanto eu estava tirando o sabão, ele guiou a minha mão para o meio das suas pernas, onde ele disse que Deus guarda a chave do paraíso.

Então, ele disse que se aquela chave coubesse na minha fechadura, osportões do paraíso se abririam para mim e eu teria a salvação e a paz eterna.
Nisso, o padre João colocou a chave do paraíso na minha fechadura.

Primeiro foi uma dor horrível, mas o padre disse que o caminho da salvação é mesmo doloroso, e que a glória do senhor iria encher o meu coração de êxtase. Assim foi, eu fui salva!

- Aldrabão!!! - Berrou, furiosa, a madre superiora - Há mais de trinta anos que ele me diz que aquilo é um apito para chamar os anjos...



terça-feira, 22 de novembro de 2011

Péssimos exemplos de uma crise destrutiva

Abre feridas no coração, passar frente a empresas onde recentemente Patrões e Trabalhadores, aparentavam ser uma familia, onde os interesses de uns estariam ligados aos dos outros.
Mudam-se os Ventos! Mudam-se os Tempos
Ver-se os trabalhadores à chuva e ao vento  o minímo exigível seria que  entidade patronal, mantivesse um diálogo com esses mesmos trabalhadores, já que para muitos deles, essas  mesmas fábricas foram muitos casos a. sua primeira casa, estando sempre disponíveis para servir a entidade patronal em tudo aquilo que mesma lhe socitava, horas extras.
Pura aparência ilusória.
 O Dinheiro fala mais alto.
 Para muitos deles o sentimento é coisa que apenas existe seegundo as leis das conveniências,

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Chamem os Políicias.

Convenção nº 29 da OIT, de 1930, que define trabalho forçado como "todo o trabalho ou serviço exigido de uma pessoa sob a  ameaçã de sanção e para o qual não se enha ofrecido espontanamente.


1


Será que está a mandar  parar o Ministro Álvaro?

Noticiou a imprensa que a PJ resgatou quatro portugueses sujeitos a trabalho escravo em Espanha, tendo detido o "gang" suspeito de autoria de  crime.

Não se afigura, no entanto provável que alguma Polícia venha um ia a resgatar os milhões de portugueses a quem o Governo pretende impor meia hora diária de trabalho não remunerado. É que tal medida não constitui tão só um redução ilegal, por vias travessas, do salário/hora de milhões de trabalhadores, mas verdadeiro escravo de trabalho.

Ora não só a meia hora de trabalho será  obrigatória, implicando, pois, o seu incumprimento uma sanção, "máxime" o despedimento, como não consta que algum dos visados por ela "se tenha oferecido espontaneamente"
Além disso não será remunerada, o que particulariza as (as grilhetes caídas em desuso) o trabalho forçado como trabalho escravo e rebaixa a pessoa a mera coisa de que é possível, como o Governo fez, livremente pôr e dispor.

Se, em Portugal, as lei ( e a moral) fossem para todos, incluindo o Governo-e não é, como, com a cumplicidade do Tribunal Constitucional, se viu no confisco dos Subsídios de Natal e férias-, a PJ já estaria, "como no caso acima relatado pela imprensa".
A bater à porta do Ministro Álvaro   

sábado, 12 de novembro de 2011

CRISE = Comer mas convém não calar.

Que falta faz o inconformismo através do humor num país que vive angustiado

História repete-se

Como, entre nós, a história está a sempre a repetir-se, o texto da peça é atual.
A iniciar, cantava o coro:
"Come e cala
Quando não há outro imposto
Seja real ou suposto
Imposto de transação.
O come e cala
Vai assim desta maneira
Esvaziando a carteira
Do pacato Cidadão."

Depois
"E come e cala
Porque há muito que eu pressinto
Que vais apertar o cinto
Até a coisa virar."

E também:
"O come e cala
Põe o Zé Povo aflito
Porque se a coisa se instala
Vai ser o bom e o bonito
Vai ser de escachar
Segundo dizem para aí
Há que ter que pagar taxa
Quem quiser fazer xixi. "

Ou ainda:
"Reparem que o Zé POvinho
Já tem calças na mão
E se não querem parar
De fazer mais disparates
Vão por certo acabar
Por empenhar os tomates
Que na verdade hoje em dia
Já é coisa sem valia
Embora Digam para aí
Que a culpa é do FMI/TROIKA."

E o coro rematava com a afirmação de princípios:
"Minha língua não está morta
Por isso protesta e fala
E jura por sua fé
Qu'embora seja um Zé
Não entra no come e cala."

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Refúgio ( Repouso absoluto)



Nem sempre é fácil nos mentalizar para  optar e assumir a cem por cento essas mesmas tomadas de posição.  
Como  o ter de ser tem muita  força há que cumprir.
Querer e decanso è meio caminho para melhorar o resultado do tratamento.

Pedi aconselhamento a três dígníssimos médicos que me acompanham nas doenças (mental e oncológica) e todos eles foram unânimes que o descanso absoluto poderia ter um contributo até aos 50% na ajuda ao tratamento. Ponderei e tomei a opção de parar com toda a atividade incluindo contatos. O mesmo procedimento optei a não sair de casa. Agora e depois de passado este tempo vou dispor de algum tempo para dedicar novamente aos amigos. com quem sempre estive mentalmente.


Como podem perceber o refúgio não era de fácil acesso (brincadeira) mas foi suficiente para ser possível concluir os objetivos.

Nota: Agradeço aos meus amigos a compreensão e as muitas mensagens de apoio que recebi. A minha situação clínica é de boa perspetiva.
Um abração ou muitos beijos
Contem comigo, conto convosco....

domingo, 9 de outubro de 2011

Nós estamos a fazer uma revolução silenciosa em Portugal

A Silenciosa crise da democracia
"Nós estamos a fazer uma revolução silenciosa em Portugal e as pessoas não estão a aperceber-se", disse  há dias (20/09/2011 o secretário de Estado adjunto do primeiro-ministro.

sábado, 8 de outubro de 2011

Ainda há gente generosa!!!!!!





                                       Falar de mim para vocês hoje no Blogue em contraele.blogspot.com
Um homem entra em estado grave numa Ordem.
Lá, verificou-se  que teria que ser urgentemente operado ao coração, o que foi feito com total êxito. 
Quando acordou, a  seu lado estava a freira responsável pela tesouraria do hospital e que lhe disse prontamente: - Caro senhor, sua  operação  foi bem  sucedida  e  o senhor está salvo. Entretanto, há um assunto que precisa  de sua urgente atenção:  Como o senhor pretende pagar a conta do hospital ?
E  a cobrança começou...O senhor tem seguro-saúde? 
- Não, Irmã. 
Tem cartão de crédito? 
- Não, Irmã. 
Pode pagar em dinheiro? 
- Não tenho dinheiro, Irmã.
E a freira começou a suar frio, antevendo a tragédia de perder o recebimento da conta hospitalar !  Continuou com o questionamento; Em cheque então, o senhor pode pagar ? 
- Também não, Irmã.
A essa altura, a freira já estava a beira de um ataque. E continuou... Bem, o senhor tem algum parente que possa pagar a conta?
- Ah... Irmã,  eu  tenho  somente  uma irmã solteirona, que é freira, mas não tem um tostão. 
A Freira, corrigindo-o:
Desculpe  que  lhe  corrija, mas  as freiras não são solteironas, como osenhor disse.   Elas são casadas com Deus !!! 

- Magnífico! Então, por favor, mande a conta pro meu cunhado!
Assim nasceu a expressão: "Deus lhe pague".

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Um Cliente no BES...


Um homem entrou no BES, foi ao caixa e disse : 
-'Eu quero abrir a porra duma conta, na merda deste banco, s'faxavor !'
  A rapariga da caixa, estupefacta, perguntou
 :
-'O Senhor desculpe, mas acho que não ouvi bem o que disse  Não se importa, de repetir ?'
   -'Bem, veja lá se ouve desta vez, c.......o
  Eu disse, que quero abrir a
  porra de uma conta, na merda deste banco
  Comé ??  Demora muito ?'
  Ela pediu licença, e foi contar a desagradável situação ao gerente, que
  concordou que ela não era obrigada a ouvir tal palavreado.
  Dirigiu-se com ela ao balcão, e interpelou o homem
 :
-'O Senhor importa-se de me dizer o que se passa  Há algum problema ? '
 -'F.....-se, não há merda de problema nenhum
  Eu é que ganhei os 75 milhões no Euromilhões e quero abrir a porra duma conta, na merda deste banco !'
 

 -'Ah  Percebo perfeitamente... e esta puta está a complicar as coisas ao
  Senhor Doutor, não é verdade
 ?'

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Exmo. Senhor...


Exmo. Sr. Presidente da República, Dr. Aníbal Cavaco Silva,


O meu nome é Catarina Patrício, sou licenciada em Pintura pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, fiz Mestrado em Antropologia na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, sou doutoranda em Ciências da Comunicação também pela FCSH-UNL, projecto de investigação "Dissuasão Visual: Arte, Cinema, Cronopolítica e Guerra em Directo" distinguido com uma bolsa de doutoramento individual da Fundação para a Ciência e Tecnologia.

A convite do meu orientador, lecciono uma cadeira numa Universidade.

Tenho 30 anos.

Não sinto qualquer orgulho na selecção de futebol nacional.

Não fiquei tão pouco impressionada...

O futebol é o actual opium do povo que a política sub-repticiamente procura sempre exponenciar.

A atribuição da condecoração de Cavaleiro da Ordem do Infante Dom Henrique a jogadores de futebol nada tem que ver com "a visão de mundo" (weltanschauung) que Aquele português tinha.

A conquista do povo português não é no relvado.

Sinto orgulho no meu percurso, tenho trabalhado muito e só agora vejo alguns resultados.

Como é que acha que me sinto quando vejo condecorado um jogador de futebol?

Depois de tanto trabalho e investimento financeiro em estudos?!!

Absolutamente indignada.

Sinto orgulho em muitos dos professores que tive, tanto no ensino secundário como no superior.

Sinto orgulho em tantos pensadores e teóricos portugueses que Vossa Excelência deveria condecorar.

Essas pessoas sim são brilhantes, são um bom exemplo para o país... fizeram-me e ainda fazem querer ser sempre melhor.

Tenho orgulho nos meus jovens colegas de doutoramento pela sua persistência nos estudos, um caminho tortuoso cujos resultados jamais são imediatos, isto numa contemporaneidade que sublinha a imediaticidade.

Tenho orgulho até em muitos dos meus alunos, que trabalham durante o dia e com afinco estudam à noite...

São tantos os portugueses a condecorar... e o Senhor Presidente da República condecorou com a distinção de Cavaleiro da Ordem do Infante Dom Henrique jogadores de futebol... e que alcançaram o segundo lugar... que exemplo são para a nação?

Carros de luxo, vidas repletas de vaidades... que exemplo são?!



Apresento-lhe os meus melhores cumprimentos,



Catarina

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Estou "deliciado" com a mudança das moscas

  Estou 'deliciado' com a mudança das moscas... não há ponta por onde se pegue...

ASSUNÇÃO ESTEVES - Presidente da Assembleia da República

por Guilherme Antunes, quinta-feira, 1 de Setembro de 2011 às 12:01

Reformou-se aos 42 anos de idade...cansada...muito cansada...

Quadro do partido laranja, e pelo seu partido escolhida para o cargo mais alto da representação do Estado, a seguir ao presidente da República. Aqui se denuncia uma ética política, aqui se denuncia um açambarcamento faccioso, aqui se denuncia uma mentalidade de rapina.

Uns têm que trabalhar até aos 65 anos com reformas cortadas em 20%, mesmo que tenham descontado para a reforma durante 40 anos ou mais. São os trabalhadores portugueses, o grosso da população, a classe mais débil, a mais necessitada, a que deveria de ter mais apoios do Estado. Aquela que tudo produz!

Esta personagem importante da quadrilha que governa Portugal, reformou-se aos 42 anos, com 2.445€/mês, após 10 anos de trabalho.

Os portugueses todos, têm de ganhar a consciência que esta canalha de gente nos destruirá. Dizimar-nos é o objectivo central do grande capital financeiro. Fá-lo-ão de qualquer maneira, sabedores que são, que o seu sistema político não lhes resolve o problema de enriquecimento ilícito ao mesmo tempo acompanhado de algum bem-estar social de décadas atrás. O capitalismo tem como meta a atingir a dominação total dos povos e reduzi-los a uma nova forma de escravatura.


PAUL ELOUARD - "É preciso voltar a despertar veredas, a descerrar caminhos, a extravasar as praças e a gritar o teu nome - LIBERDADE"

UM ABRAÇO

Falando de Metangula/Lago Niassa ( não para de supeender)

Lourenço Pires
Filho da Escola: em primeiro tudo de bom, para ti e para todos os que te são queridos.
Quanto ao Rancho da Porca? Como me posso esquecer se eu ía a todas.
Quanto a te identificar faz referência à foto e á tua pessoa.
Fala também de ti naquele tempo.
Até lá tudo de bom e um forte abraço.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Tinha de ser na Marinha


Diferenças salariais irritam militares.
Chefes ganham menos que subordinados.

Militares mais jovens no posto estão a ganhar salários mais elevados do que os mais antigos, uma consequência do novo regime remuneratório que está a causar mal-estar nas Forças Armadas, em particular na Marinha, em que há mais casos, soube o JN,

Em causa está o novo estatuto remuneratório, que criou discrepâncias salariais entre militares do mesmo posto.
A situação criou uma injustiça salarial nunca antes vista nas Forças Armadas, abrangendo centenas de pessoas-militares promomovidos recentemente para um posto chegam a ganhar mais do que os mais antigos nas memas funções. Nos postos de Sargento por exemplo , a diferença ronda os 100 euros mensais.
Ao fim de um ano 1.400 euros.

domingo, 25 de setembro de 2011

somos os mais ricos da europa ou não???? eu já desconfiava!!!!
NÃO DIVULGAR É CUMPLICIDADE 

É preciso que se saiba:
...Os portugueses comuns (os que têm a sorte de ter trabalho) ganham 
cerca de metade (55%) do que se ganha na zona euro.

...Mas os nossos gestores recebem, em média:
Mais 32% do que os americanos;
Mais 22,5% do que os franceses;
Mais 55 % do que os finlandeses;
Mais 56,5% do que os suecos;
   

...E são estas "inteligências" que chamam a nossa atenção afirmando:

"Os portugueses gastam acima das suas possibilidades".
  

sábado, 24 de setembro de 2011

COMUNICADO

COMUNICADO

> O movimento político «Convergência e Alternativa» alerta a população portuguesa para a importância histórica do tempo que estamos a viver e apela aos cidadãos para que façam das manifestações convocadas para os dias 1 e 15 de Outubro o início de um levantamento nacional de protesto e indignação contra as políticas ditadas pelos interesses do sistema financeiro nacional e internacional.

> Importa perceber que o nosso endividamento externo, e o de outros países da periferia da zona euro, foram alimentados pelo crédito concedido pelos países mais competitivos do centro e norte da Europa. Sem moeda própria, integrado numa zona monetária formatada pela doutrina neoliberal mais fundamentalista, Portugal deixou de ter condições institucionais para executar políticas favoráveis ao seu desenvolvimento. Uma década de crescimento anémico dentro da zona euro conduziu o País a uma situa ão de endividamento externo grave. Hoje estamos sujeitos às políticas tradicionalmente impostas pelo FMI aos países endividados. No entanto, académicos de elevada reputação, acompanhados por investigadores que trabalham no FMI e em organismos das Nações Unidas, têm mostrado que as políticas impostas pela troyka (UE-BCE-FMI) conduzirão o nosso País a uma situação de desastre financeiro, económico e social.

> Olhando para o definhamento da nossa economia, o rápido empobrecimento de muitos milhares de famílias, e a emigração dos jovens mais qualificados, os Portugueses começam a tomar consciência de que o País não vai resolver o problema do endividamento e vai ter de recorrer a um segundo pacote financeiro. Para muitos, começa a ficar claro que os sacrifícios exigidos ao povo não só são injustos mas também são absolutamente inúteis. Chegou a hora de exigir à classe política que não se esconda em meias palavras.

> Em vez de enterrar a cabeça na areia, os responsáveis políticos devem enfrentar a dura realidade: primeiro, o cumprimento do Memorando está a afundar-nos numa grave recessão que, com o passar do tempo, pode tornar-se uma depressão; segundo, quando a ruptura financeira da Grécia ocorrer, Portugal passará a ser visto pelos especuladores como “o próximo” e, a partir daí, nenhuma austeridade será suficiente para “acalmar os mercados”. Hoje, há perguntas a que os dirigentes políticos não podem fugir: afinal, para que serve cumprir o Memorando? Que sentido faz sujeitarmo-nos a políticas que os especuladores sabem que não resultam?

> Queremos discutir e tomar decisões sobre o futuro do nosso País.
> Vamos para a rua porque o espaço público também é o espaço da democracia! 


> A COMISSÃO COORDENADORA PROVISÓRIA
> (http://www.convergenciaealternativa.com/?page_id=6)


> Portugal Continental e Arquipélago da Madeira , 23-09-2011 01:57:37,
> Arquipélago dos Açores, 23-09-2011 00:57:37

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Procuro-te = Conversas com um Rio

PROCURO-TE
Olho em redor, não te encontro.
Move-me a saudade do teu leito.
O sentimento impenetrável da ansiedade
Quero o teu leito, coberto de nuvens de algodão.
A serenidade de um sonho repartido.
A esperança do entrelaçamento.

As tuas Mensagens...
As tuas mensagens um sorriso qu me cativa.
Dançam as espumas ao sabor das ondas ondulantes.
Guardo tu sabor elixir delicado e vibrante.
Esta saudade qu me delicera os sentidos
Na partida semprea anunciiada, morrendo devagar.
Sentindo no peito o fogo ardente da chegada.

QUERO-TE
Este querer que me oprime a alma.
Este sentir amargo e de, nas esperas das manhãs.
Em que me sorris, no encontro dos sons.
Adoçados, pelo mel das tuas limpidas águas.
Escorrências do teu carinho,que me humedece,
a pele e acelera o meu coração.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Na Ilha da Ma (Madeira)


Na Ilha da Ma(ma)deira

(território que reivindica [?] o direito à independência 
MAS QUE NUNCA MAIS RESOLVE EXERCÊ-LO:
 
seria um descanso para quem o sustenta!)


... curioso  como neste País não existe incompatibilidades ... tudo é permitido..... a promiscuidade na função pública é mais nojenta que nos bordeis ....

... como alterar isto ? ...... que entidade superior pode acabar com o compadrio? ....... Quem estará a votar nesta gente? ..... só pode ser a clientela ....

Veja a lista da Direitalha VIP, o verdadeiro motor do enriquecimento da  Madeira, e tire as suas conclusões...
Alberto João Jardim - Presidente do Governo RegionalAndreia Jardim - (filha) - Chefe de gabinete do vice-presidente do Governo  RegionalJoão Cunha e Silva - vice-presidente do governo RegionalFilipa Cunha e Silva - (mulher) - é assessora na Secretaria Regional do  Plano e FinançasMaurício Pereira (filho de Carlos Pereira, presidente do Marítimo)  assessor da assessoraNuno Teixeira (filho de Gilberto Teixeira, ex. conselheiro da Secretaria  Regional) é assessor do assessor da assessoraBrazão de Castro - Secretário regional dos Recursos Humanos  Patrícia - (filha 1) - Serviços de Segurança SocialRaquel - (filha 2) - Serviços de TurismoConceição Estudante - Secretária regional do Turismo e TransportesCarlos Estudante - (marido) - Presidente do Instituto de Gestão de Fundos ComunitáriosSara Relvas - (filha) - Directora Regional da Formação ProfissionalFrancisco Fernandes - Secretário regional da EducaçãoSidónio Fernandes - (irmão) - Presidente do Conselho de administração do Instituto do EmpregoMulher - Directora do pavilhão de Basket do qual o marido é dirigenteJaime Ramos - Líder parlamentar do PSD/MadeiraJaime Filipe Ramos - (filho) - vice-presidente do paiVergílio Pereira - Ex. Presidente da C.M.FunchalBruno Pereira - (filho) - vice-presidente da C.M.Funchal, depois de ter sido director-geral do Governo Regional.Cláudia Pereira - (nora) - Trabalha na ANAM empresa que gere os aeroportos da MadeiraCarlos Catanho José - Presidente do Instituto do Desporto da Região Autónoma da MadeiraLeonardo Catanho - (irmão) - Director Regional de Informática (não sabia que havia este cargo)João Dantas - Presidente da Assembleia Municipal do Funchal, administrador da Electricidade da Madeira e ex. presidente da C.M.FunchalPatrícia Dantas de Caires - (filha) - presidente do Centro de Empresas e Inovação da Madeira.Raul Caires - (genro e marido da Patrícia) - presidente da Madeira TecnopóloLuís Dantas - (irmão) - chefe de Gabinete de Alberto João JardimCristina Dantas - (filha de Luís Dantas) - Directora dos serviços Jurídicos da Electricidade da Madeira (em que o tio João Dantas é administrador)João Freitas, (marido de Cristina Dantas) - director da Loja do Cidadão...e a lista continua.
Refrão da canção de Sérgio Godinho
Arranja-me um emprego
Arranja-me um emprego, pode ser na tua empresa, com certeza
Que eu dava conta do recado e pra ti era um sossego


  Há tantos burros mandando
em homens de inteligência,
que às vezes fico pensando,
       se a burrice não será uma ciência                                                                                                
                                                    
                                         
'' António Aleixo''

A Melhor Anedota o Mundo

   A melhor anedota do Mundo

Um canibal vai ao mercado para comprar um cérebro para o almoço e vê
um vendedor a fazer grande propaganda à qualidade dos cérebros de
torcedores de futebol que tem em oferta.
O canibal então pergunta ao homem do mercado:
- Quanto é que custa o cérebro de um Bracarense?

- Trinta euros o quilo.

- Humm! E tem de sportinguista?

- Sim. Oitenta euros o quilo, é da melhor qualidade.

- E de portista?

- Também tenho, mas pouco. Produto raro, cem euros o quilo e demora
mais para fritar.

- E de benfiquista?

- Também há. Quatrocentos euros o quilo.

- O quê? Mas benfiquista é o que mais há por aí, diz-se que são mais
de seis milhões... Como pode ser tão caro??? - Pergunta o canibal,
perplexo.

- Você por acaso faz ideia da quantidade de benfiquistas que são
precisos para se conseguir um quilo de cérebro? - Responde o
vendedor....


quarta-feira, 21 de setembro de 2011


ORAÇÃO DOS MARINHEIROS  
Que o mar vire cerveja e as mulheres aperitivo, 
que a fonte nunca seque, 
e que a nossa sogra nunca se chame Esperança, 
porque a Esperança é a ultima que morre... 
que as nossas mulheres nunca morram viúvas, 
e que os nossos filhos nunca fiquem órfãos de pai,
  
tenham pais ricos e mães gostosas! 
Que Deus abençoe as mulheres bonitas, 
e as feias....se tiver tempo. 

Deus... 
Eu vos peço sabedoria para entender uma mulher, 
amor para perdoá-la e paciência pelos seus actos, 
porque Deus, 
se eu pedir força, 
eu bato-lhe até matá-la. 

Um brinde... 
Às que temos, 
Às que tivemos e às que teremos. 

Um brinde também às namoradas que nos 
conquistaram, 
às trouxas que nos perderam, 
às sortudas que ainda vão conhecer-nos! 

Que sempre sobre, 
que nunca nos falte, 
e que a gente dê conta de todas! 
Amém. 
 
AMÉN