domingo, 28 de fevereiro de 2010

SPORTING!....SPORTING!..... ESFORÇO= DEDICAÇÃO E GLÓRIA

LIGA SAGRES Sporting dá «show» e arrasa FC Porto (3-0)



Quem diz que entrar de pé esquerdo dá azar?

Sporting manda três canhotos ao Porto.

Djaló aos 5 minutos- Izmailov próximo intervalo-Veloso reínicio 2ª parte

Leão afinou as garras e não volta a perder. Acredito.
I
Tomai lá meus Andrades
A divida da outra vêz
Para vos pagar os 5 a 2
Agora tomai lá os três
II
Só não vê quem nao quêr
Quem não quêr devia ver
O Leão enraivecido
Não é fácil de vencer
III
Não foi favor a ninguém
Não tinhamos nada a pagar
A nossa forte dignidade
Obriganos sempre a ganhar
IV
Vou hoje ficar por aqui
Nesta noite de glória
Vamos partilhar Amigos
Esta nossa grande vitória
UM FORTE ABRAÇO SENTIDO AO CARLOS CARVALHAL PELA SUA POSTURA
Rapaziada quer se possa , quer não possa , a vitória será nossa. Viva o Sporting.
Sporting!!!!!.... Sporting!!!!!..... OLÉ

Sporting Sempre. Vamos a eles Cambada

ESFORÇO, DEDICAÇÃO E GLÓRIA


CONFRONTO PARA LOGO À NOITE

I
É tão querido este meu Verde
Meu Verde minha Paixão
No Desporto tudo é Verde
Verde é o meu Coração
II
Hoje defrontam-se Leões e Dragões
Vou aqui fazer meu Forcing
Que Haja um justo vencedor
E que seja o meu Sporting

III
Acredito que assim seja
Vamos conseguir esta conquista
Hoje somos muitos verdes
Que são a malta Benfiquista
IV
Outros não lhe ficam atrás
Torcendo pela nossa conquista
Vindo dos Vermelhos de Braga
Do Bracarense/Arsenalista
V
Não escondo porque é verdade
Torcendo para o Leão vencer
Depois do que sofremos na Liga
Hoje que sejam eles a sofrer
VI
Que seja um jogo correcto
Vou vê-lo pela Televisão
Incentivando fortemente
O meu querido Leão

VII
Quando o meu Sporting ganha
Sinto uma alegria total
Mas sempre que ele perde
É um sofrimento Infernal

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Safari em África

Chorando a perda do seu fiel amigo

O Herói da Selva

Depois da derrota


O Traidor
Uma velha senhora foi para um safari em África e levou consigo a sua inseparável companhia; o seu velho rafeiro.

Um dia:- depois de se divertindo a caçar borboletas, o velho cão, de repente, deu-se conta que estava perdido.
Vagueando a esmo (cálculo apróximado de rumo -à deriva), procurando o caminho de volta, o velho cão percebe que um jovem leopardo o viu e, vem caminhando em sua direcção, com a firme intenção de ali conseguir um bom apetitoso e farto almoço.
O velho cão pensa rápido (pois velho pensa rápido!):
- Oh, ohuuuuuuu! Estou mesmo enrascado!
Olhou à volta e vê ossos espalhados no chão bem próximo dele.
Em vez de se apavorar mais ainda, o velho cão, ajeita-se junto ao osso mais próximo; e, começa a roê-lo, dando as costas ao predador, como fingindo que não o tivera visto antes...

Quando o leopardo estava a pronto já a dar o salto afim de o abocanhar, o velho cão exclama bem alto:
- Este leopardo estava delicioso!!! Será que há outros por aí???

Ouvindo isso, o jovem leopardo, com um terrível arrepio de espinha, suspende o seu ataque, já quase começado e esgueira-se na direcção das árvores e pensa:
- Caramba!!! Essa foi por pouco!!! O velho rafeiro quase me pegava...!

Um Macaco, numa árvore ali perto, viu a cena toda:- e, logo imaginou como fazer bom uso do que vira. Em troca de protecção para si, informaria o predador que o cão não havia comido leopardo algum...

E assim, foi rápido em direcção ao leopardo. Mas o velho cão vê-o correndo na direcção do predador em grande velocidade, e pensa:

- Aí há marosca...

O macaco logo alcança o felino, cochicha-lhe o acontecido e faz um acordo com o leopardo.

O jovem leopardo fica furioso por ter sido enganado e diz:
- Oh macaco, sobe nas minhas costas para veres o que acontece com aquele cão abusador...

Agora, o velho cão vê um leopardo furioso, vindo em sua direcção, com um macaco nas costas, e pensa rápido novamente:

- E agora, o que é que eu faço?

Mas em vez de correr (pois sabia que suas pernas doridas não o levariam longe...) senta-se, mais uma vez de costas para os agressores e fazendo de conta que não os via..., quando estavam perto o bastante para ouvi-lo, o velho cão diz:

- Mas onde é que anda o filho da curta daquele macaco? Estou a morrer de fome...!!! Disse que me traria outro leopardo e até agora nada...

Moral da história:
Não mexa com Cão Velho... Idade e habilidade se sobrepõem à juventude e à intriga. Sabedoria só vem com idade e experiência.

É claro, que eu não estou, de modo algum, insinuando que és Velho(a)!!!!

Apenas um 'bocadinho' mais 'experiente'...

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

LEÕES COM CLASSE

Decisões:- Porque não devo não quero e não posso misturar coisas que gosto de ver públicadas e parece-me que não cabem neste blogue e não serve o fim para que foi criado a partir de hoje tomo a decisão de públicar no outro meu blogue Rio Terra e Mar esses assuntos. Os Amigos que o desejarem podem associá-lo aos vossos blogues ou então procurar nos meus blogues ao lado ou em baixo. Para começar já publiquei um artigo actual sobre religiões.

Até os comemos! = Vontade de Leão e são Muitos

Quem não se sente não é Filho de boa Gente


Vamos a eles Leõezinhos

O DIA SEGUINTE E OS PRÓXIMOS

I
Finalmente a máquina ingrilou
Certinha a bem trabalhar
Agora vai seguir-se o Porto
Outro jogo para ganhar
II
Mas que bela prenda
Nos deram nossos rapazes
Lutaram como Leões
Foram atletas audazes
III
Os Camones já se foram
Foi uma enorme alegria
Mas isso já é passado
Hoje já é o outro dia
IV
No próximo jogo espero bem
Que a coisa não dê para o torto
Só espero e faço votos
Darmos outra tareia ao Porto
V
Por uma vitória merecida
Sobre os Dragões Portistas
Mas esse é sempre o nosso jogo
E não servir os Benfiquistas
VI
Sabemos que a vitória lhes serve
Mas não fazemos favores
Somos Gente séria e honrada
Defendemos esses valores
VII
Se acaso perdermos
Que não seja pelos golpistas
Porque perdendo ou ganhando
Continuaremos Sportinguistas
VIII
E é este mundo de hipócrisia
Que me deixa preocupado
Ontem o Sporting era cadáver
Hoje já é foi um ressuscitado
IX

E há os péssimos jornalistas
Que ganham a vida a dizer mal
Hoje viram o bico ao prego
E Deusam o Carvalhal
X
Mas a mim não me convencem
São verdadeiras Carpideiras
Por mim são-me indiferentes
Estou cansado das suas asneiras
XI
Mas em tudo há bom e mau
Também há, os competentes
Dos fracos não rezam a história
Estão podres as suas mentes

Será justo recordar verso de Chico Buarque
«FOI BONITO PÁ»

QUEM É O NOVO DIRECTOR DESPORTIVO DO SPORTING CLUBE DE PORTUGAL

Nome:
Francisco José Rodrigues da Costa (COSTINHA) ((O MINISTRO))
Idade: 35 Anos
Internacional Português, jogou no F.C.Porto, Dinamo de Moscovo, Atlético de Madrid e jogava actualmente no Atalanta, rescindiu com este Clube na passada quarta-Feira para hoje assumir o Cargo no seu Clube do Coração.
SÓCIO do Sporting Clube de Portugal desde 1998 (número 39402)
Tem "curriculo", é um ganhador nato, uma pessoa muito ambiciosa, tem sofrido muito como Sportinguista. Aproveitar para saudar outro digno Sportinguista que hoje afirma muito ter sofrido o Leão Nani.
A ambos os votos sinceros das maiores felicidades.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

SPORTING!!.... SPORTING!.... SPORTING!.... OLÉ


Miguel Veloso: «Há que dar continuidade a estes bons jogos»

Ó Sporting , Ó meu Sporting
Ó Sporting meu Leão
Mas que grande Jogo
Mereces forte Ovação

II
Ora viva o Sporting,
Nesta hora de glória
Depois de tanto sofrimento
Lá veio uma grande vitória

III
É grande a nossa Felicidade
Leão és a alegria da Gente
Os Camones já foram à vida
Nós prosseguimos em frente

IV
Um Abraço bem apertado
E não me levem a mal
Porque ele bem Merece
O Carlos Carvalhal

V
De manhã disse o que disse
Está certo e com razão
Eles deveriam ter sempre
Este coração de Leão

VI
Agora vamos para a festa
Saboreando a vitória
Minha alma de Leão
Apena clama Glória

VII
Que tenham calma os Benfiquistas
Se calhar tomamos-lhe o Gosto
Nós queremos ganhar sempre
E só por isso ganhar ao Porto.

QUE TENHAS A MELHOR SORTE DO MUNDO
DIRECTOR DESPORTIVO
«Sempre ambicionei servir o meu clube» - Costinha

Hoje há Sporting =Everton


CORAÇÃO DE LEÃO:- SOFRE
I
Hoje é dia da Liga Europa
Ninguém que e leve a mal
Por eu vir públicamente
Defender o Carlos Carvalhal
II
Sempre que Sporting ganha
Eu fico sempre todo babado
Mas sempre que o Clube perde
Porquê o treinador o culpado
III
Talvez só porque ele é sério
E não entra na ratoeira
De ganhar a qualquer preço
Mesmo com grande roubalheira.

IV
Não defendo o Carvalhal
Mas defendo a sua razão
Há um Naipe de Jogadores
Que não dignificam a profissão

V
Esta minha sincera opinião
Vem de longe e não de agora
Foi por causa desse naipe
Que Paulo Bento foi embora

VI
Cada um diga o que pensa
Se tem espirito de Leão
Não é logo um resultado
Que muda a minha opinião

VII
Não mudo de opinião
Então era um Zé Artolas
Como lhes posso dar aval
Se não suam as camisolas

VIII
Chegados ao fim da época
Vão continuar os mistérios
Ou correm com os desonestos
Ou vão-se embora os sérios

IX
Falo como Leão muito ferido
Mas com sentimento profundo
Logo desejo ao meu Sporting
A melhor sorte do mundo

X
Vou Ficar na expectativa
Com a moral bem de pé
Porque logo espero gritar gritar
Viva o Sporting Olé.... Olé

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Magriços 1966

Selecção do Mundial de 1966 . Veja no meu Blogue ao lado o artigo Eusébio em Rio Terra e Mar= Basta clicar

Sabem porque continua a Chover???.. Dizem que a culpa é do Socrates que tudo fez para que o Sol não saísse.

Reformas e Reformados

Reformados Activos

Nos politícos somos os melhores



Só um aclaramento:
Há os reformados activos que tentam conseguir um complemento de trabalho remunerado para compensarem as suas diminutas pensões de reforma, os que se encontram activos, remunerados ou são, para não caírem na ociosidade, sempre deprimente, e há os outros que, quanto mais comem com mais apetite ficam..... os vampiros.... Como os que a seguir se exemplificam e quem vêm apregoar a necessidades de fazer sacrifícios.

REFORMADOS ACTIVOS - SOMOS OS MELHORES
Ao menos num capítulo ninguém nos bate, seja na Europa, nas Américas
ou na Oceânia: nas políticas sociais de integração e valorização dos
reformados.
Aí estamos na vanguarda, mas muito na vanguarda. De acordo, aliás, com
estes novos tempos, em que a esperança de vida é maior e, portanto,
não devem ser postas na prateleira pessoas ainda com tanto a dar à
sociedade.
Nos últimos tempos, quase não passa dia sem que haja notícias
animadoras a este respeito. E nós que não sabíamos!

Ora Vejamos:
O nosso Presidente da República é um reformado;

o nosso mais "mortinho por ser" candidato a Presidente da República
é um reformado;

o nosso ministro das Finanças é um reformado;

* o nosso anterior ministro das Finanças já era um reformado;

* o ministro das Obras Públicas é um reformado;

* gestores activíssimos como Mira Amaral (lembram-se?) são reformados;

* o novo presidente da Galp, Murteira Nabo, é um reformado;

* entre os autarcas, "centenas, se não milhares" de reformados - garantiu-o
o presidente da ANMP

* o presidente do Governo Regional da Madeira é um reformado (entre
muitas outras coisas que a decência não permite escrever aqui);

E assim por diante...

Digam lá qual é o país da Europa que dá tanto e tão bom emprego a
reformados?

Que valoriza os seus quadros independentemente de já estarem a ganhar
uma pensãozita?

Que combate a exclusão e valoriza a experiência dos mais (ou menos...)
velhos?

Ao menos neste domínio, ninguém faz melhor que nós.

Ainda hão-de vir todos copiar este nosso tão generoso "Estado social"...

Joaquim Fidalgo

Jornalista

Transcrevo com a devida vênia do artigo públicado pelo Ex-mo Senhor Joaquim Fidalgo

Jornalista (isto é que vai uma crise digo eu)

Vila Cabral/Nampula

Voando a baixissima altitude soube o que era sofrer com os chamados possos de ar, já que viajam pessoas cardiacas a que altas altitudes seriam fatais. Segundo me informaram.

Metangula/Lago Niassa


Vou levar-vos Comigo no meu Coração


Despedida: Nunca será um adeus; mas um até sempre= Estais no meu coração

I

Metangula que me és tão querida,

Tu Niassa meu Lago amado

Estareis sempre comigo
Vou vos levar embarcado

II

O s motores já trabalham

Partida para Vila Cabral

Vou adorar-vos para sempre

Pedir que não vos façam mal

III

Foram dois anos maravilhosos

Que passamos lado a lado

Vou enxugando minhas lágrimas

Já tenho o rosto molhado

IV

Foi tão belo vir até aqui

Local sereno e de calma

Reforcei o meu amor

Purifiquei a minha alma.

V

Quarenta anos estão a passar-se

Ainda outros se irão passar

Naqueles que estiver vivo

Nunca deixarei de te amar

A partida quando se ama é sempre dolorosa. Metangula/Niassa, não poderiam ser excepções.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

EU ESTIVE EM NAMPULA = 1ª parte

Era assim aos Domingos em Nampula
Era um óptimo local que servia  de ponto de encontro
Eu estive em Nampula= 1970, 1971 e 1972
 Não custa mesmo nada reconhecer; que, nos anos setenta esta simpática e acolhedora cidade podia, ombrear com as mais avançadas da Europa. Aqui respirava-se Saúde. Numa altura em que o mais fácil poderia ser uma autêntica pocilga, dado o grande número de militares ali residentes, e não fossem ser pessoas civilizadas.
     Se haviam os que para ali vinham para permanecerem por largo tempo, no comprimento da sua comissão de serviço, muitos haviam, que apenas por lá permaneciam o tempo de internamento hospitalar e sua respectiva convalescênça.
Tudo servia de pretexto aos militares que se encontravam na frente de combate, para se possivel virem passar uns dias a esta maravilhosa localidade, mas muitas das vezes só era possivel em troca de exames hospitalares ou mesmo uma cirurgia. 
     Saídos do Quartel General e vindo até ao Bar do João situado na Metacolia e, para lá chegar normalmente atravessavam-na a cidade de ponta a ponta: -talvez aqui fossem postos perante a fotografia real da cidade,e assim ao primeiro olhar percebiam que ela merecia ser tratada com todo esse carinho.
    Certo que a limpeza era uma dos seus principais cartões de visita, mas também verdade;  dispunha de coisas aconselháveis e atractaivas. Para já não falar da forma amiga e elevada como os moradores conviviam entre si.
     Quem conviveu com gente branca da cidade; sentiu  certamente a forma cativante como a população tratava os militares e, os nativos  pessoas ordeiras amáveis e respeitadoras.
     Nampula tinha muito para oferecer;  nos cafés  havia um sã ambiente e não se discriminava quem era militar ou civil; as outras atracções como a Piscina, Os Pavilhãos , o Cinema, a Emissora da Rádio, a Represa e tantos e tantos outros locais onde podiamos conviver e partilhar a sã camaradagem.  Não falando no Campo de Tiro aos Pratos;onde pela primeira vez comecei a dar uns tiritos e isso tenho a agradecer ao meu amigor Marques esteja ele onde estiver, homem também ele aqui do Norte. Os jogos do Hóquei em Patins com o Fernando Adrião mesmo em fim de carreira ainda era um fenómeno. As sessões de Fados na Fronteira etc etc.
     Mas falar do local onde passamos e vivemos no auge da nossa mocidade dois anos não se fica por meia dúzia de linhas. Abri hoje esta primeira parte de recordações, esperando que venha a contribuír para que outros que como eu por lá passaram e, guardam gratas recordações as possam e devam dar a conhecer.
Se este desafio vier a ter resultados positivos vou sentir-me imensamente feliz.
Porque Nampula merece; e, a nós passadas quatro dezenas de anos faz-nos bem mentalmente. 

Eu e os Políticos

GOSTOS e DESGOSTOS
    Não gosto dos politícos que temos, que não se interessam pelo povo português mas sim pelas convicções oportunistas, conveniências e negócios presentes e futuros;
    Não gosto de uma  Assembleia da República onde se assiste a debates inconsequentes, desgastantes, sem interesse e sem qualquer sentido nacional;
     Não gosto de eleições que sejam ganhas à custa dos desempregados e dos que recebem o rendimento de reinserção social;
Não gosto da Justiça, que cada vez nos dá a impressão de ser exercida por cúpulas politizadas e ao sabor dos ventos e conveniências;
     Não gosto dos gestores públicos e privados que não exercem os seus cargos de modo conveniente, isentos e com sentido nacional, embora auferindo ordenados fabulosos e completamente indecentes;
     Não gosto dos "profissionais" do desemprego e dos profissionais da "desincerção-social"-são malefícios desta sociedade que deveriam ser superfiscalizados e pelo menos sempre inseridos em trabalhos sociais;
     Não gosto dos comentadores que poluem os média, onde produzem as maiores anormalidades e com ar de sapiência idiota.
     Não gosto de ver uma classe média e os funcionários públicos a pagarem sempre a crise.
    Não gosto de sermos encarados cada vez mais como o país da "cauda" da Europa;
    Não gosto que os portugueses suspirem por um novo Salazar;
    Não gosto de eventuais obras sumptuosas e faraónicas que unicamente servirão para aumentar a divida pública;
Gostava de Politícos sérios. Que felizmente também os há.
Gostva de ter um país a sério, em que os politícos se interessassem pelo povo,que unissem esforços e forças positivas, que tomassem todas as medidas necessárias para vencer esta crise económica-financeira, que a Justiça funcionasse com a balança equilibrada e de olhos fechados, que a Saúde fosse acessivel a todos e que a Educação encontrasse rumo.
 Gostava que todos compreendessem e reconhecessem que este país necessita de um Governo de solução nacional, em que o presidente da Republica tivesse um papel relevante. Penso que será a única saída para o lamaçal em que estamos atascados até ao pescoço.
     Info: transcrevo com a devida vênia parte do artigo de opinião públicado pelo J.N. 22/Fev/2010 da autoria de Vitor Veloso =Médico. Sendo que as fotografias e o escrito a preto são minhas.
    Faço-o por concordar e ambicionar o mesmo, acreditando convictamente que independentemente do tempo, acabaremos por lá chegar e,  a desfrutar-mos neste recanto de condições, onde possamos sentir enorme alegria de cá viver e finalmente podermos gritar que este é o país da Justiça do amor e da fraternidade. 

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Missão Honrosa

Marinheiros = A Pátria Honrai 
Um  dos Vasos de Guerra Inglês ao Largo do Porto da Beira
Sobre o Bloqueio à Rodésia na Beira em Moçambique
1ª = Etape 
Decorria o ano de 1965, o governo inglês dirigido por Harold Wilson decidira entregar o governo da Rodésia do Sul à maioria negra; tal como o tinha feito na Rodésia do Norte (Zâmbia) e com  Nyassaland (Malaui).
     Mas a população branca residente na Rodésia do Sul, cerca de 250 mil colonos, decidiu que Ian Smith seria o primeiro ministro de uma Rodésia independente, governada por brancos, à semelhança do que acontecia na África do Sul, país que imediatamente apoiou a iniciativa.
     Pouco tempo depois, o governo inglês enviou para o Índico uma Task Force constituída por um porta-aviões, três fragatas e navios de apoio, num total de nove navios. A missão dessa força militar era desembarcar na Beira, porto marítimo e principal via de abastecimento e de escoamento de produtos da Rodésia, e de seguida rumar àquele território para impôr pela força a aceitação de um governo negro.
    Por essa altura os hoteis de Moçambique e da África do Sul encheram-se com as mulheres e crianças idas da Rodésia, onde apenas ficaram os homens, em armas e dispostos a tudo para manter o governo de Ian Smith.
    A entrega da Rodésia à maioria negra iria abrir uma nova frente de guerra no distrito de Manica e Sofala, bem como na fronteira sul de Tete. Sem pensar duas vezes, deu ordens às forças portugueses aquarteladas na Beira no sentido de impedir o desembarque dos ingleses. Nessa altura foi reactivada a bateria de costa da Beira, constituída por 3 peças fixas Krupps, se não estou em erro de 150mm, localizadas no bairro das Palmeiras. Foram deslocadas para a foz do rio Pungué várias peças de artilharia móveis e o terraço do Grande Hotel serviu de base a diversas peças de artilharia anti-aérea. Em poucos dias a cidade da Beira fortificou-se, preparando-se sem hesitações para resistir a um ataque dos ingleses. A frota inglesa, mesmo assim entrou nas águas territoriais nacionais, supondo que os portugueses não lhes fariam frente. Sairam ao seu encontro 2 T-6 Harvard, que dispararam algumas rajadas de aviso para a água, em frente à esquadra inglesa. Aí os ingleses perceberam que a ocupação da Beira, onde queriam estabelecer uma testa de ponte para atacar a Rodésia, não ia ser pacífica.
    Possuíam naquele momento forças suficientes para derrotar os portugueses, quer em homens, quer em aviões, mais de meia centena de caças bombardeiros contra alguns T-6 Harvard e PV2 Harpoon, que seriam facilmente abatidos por serem aviões lentos, quer em poder de fogo por parte das peças de artilharia das fragatas.
 Apesar da desigualdade de forças, em momento nenhum os portugueses pensaram em virar as costas ao combate.
    Várias pontes da estrada de 300km que ligava a Beira à Rodésia foram armadilhadas pelas forças portuguesas, que tinham ordens para as destruir em caso de desembarque inglês.
    Harold Wilson decidiu suspender o ataque que iria opôr os aliados de séculos, percebeu que Salazar não permitiria o desembarque..
    A frota inglesa regressou a águas internacionais onde iniciou um bloqueio naval a todo o tráfego que rumava à Beira. Apenas passavam os navios com mercadorias de e para Moçambique. Os que traziam abastecimentos para a Rodésia eram impedidos de entrar no porto da Beira. Em pouco tempo o dispositivo militar foi reforçado em terra. De Portugal e de Angola chegaram aviões de combate Fiat G91 e F84, para além de peças de artilharia. 
    Deu-se então o episódio do petroleiro grego Ioana V, de 12.000 toneladas, carregado de crude para a refinaria de Untali. Os ingleses tinham decidido paralizar a Rodésia de Ian Smith por falta de combustíveis.
      Na Beira estavam dois navios Avisos  (penso que um  era o  aviso Bartolomeu Dias)
    Os Ingleses foram impedidos de desembarcar. Deveu-se à oposição das Forças Armadas e dos Civis.
2ª Etape
Vencida a primeira etape logo Salazar deu o dito por não dito e, rebaixando-se à coroa inglesa mandou o Iona V abandonar o porto da Beira sem desembarcar o crude, o navio saíu com destino a Durban: Mas acabou por alterar o rumo e aportou a Lourenço Marques; porto não vigiado nem bloqueado aí o navio descarregou o crude, que foi transportado de comboio para a Rodésia, fazendo crer aos Ingleses que o crude se dirigia para a África do Sul.
O meu Grato Reconhecimento ao Carlos Branco e ao Manuel José pela colaboração.
A Inglaterra com os seus navios controlando a entradas do rio Pungué, onde se deram incidentes com navios que desejavam descarregar crude, como o Joana V e o Manuela.
Perante as notícias que os ingleses estariam a fazer desembarques de tropas levou a que a Companhia de Paraquedistas que se encontrava em Lourenço Marques seguisse para a Beira.
     Passados os momentos iniciais o bloqueio entrou na rotina, com os navios de guerra a trocarem mensagens.
A opção de apoiar a Independência da Rodésia foi tomada por Salazar a quem Ian Smith pediu apoio.

Sina de Pescadores e Familias

Ninguém corre riscos por prazer. É para sobreviver

Destroços de uma Embarcação
Nos meses de Inverno o Mar também gosta de Consoar. Costuma dizer-se entre a classe piscatória.
Sempre que há um naufrágio, a questão volta à baila, aparecem as carpideiras não tardam a aaprecer, ocupam tudo o que é comunicação social; a prometerem mundos e fundos decretam lutos nacionais e todo um infinito número de promessas que tardarão ou  jamais serão cumpridas; depois os anos passam, e os problemas perssistem: as viúvas dos pescadores que desaparecerem no mar vivem, quase sempre um calvário  na Justiça para comprovar a morte dos maridos e levam anos a receber as indeminizações do seguro.
     Perdem o marido, muitas vezes com filhos menores e sem o seu principal sustento da casa, com a dor de quem nunca terá um corpo para velar e a braços com uma lei que, só ao fim de cinco anos, considera a morte, indiferente às dificuldades económicas de quem perdeu quase tudo.
" De uma vez por todas, esta questão devia ser resolvida. Não se percebe que haja um naufrágio, o barco apareça todo partido, e, quando o corpo do pescador não aparece, a lei obrigue a cinco anos para assumir a morte.
 NENHUM PESCADOR QUER MORRER E MUITO MENOS POR AFOGAMENTO   
.

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Notícia de Última Hora

Juntaram-se os Três à Esquina = Ao toque da Concertina= A Dançar o Sólidó

Muita Parra= Pouca Uva


Para o Valdemar Alves

Em miúdo era das canções que mais cantarolava
I
Cá em Baixo está o Tiroliro
Lá em Cima está o Tiroliroló
Vão Juntar-se os dois à Esquina
A Tocar a Concertina e a dançar o Solidó
II
Comadre Rica Comadre
Gosto muito da sua Pequena
É Bonita apresenta-se bem
Até parece que tem uma fdace Morena
III
Raparigas de S. Bento
São as purinhas Donzelas
Os rapazes que as namoram
Dão-no cú, chiribiri,dão no Cú
Dão-no coração por Elas

Ilha da Madeira =Falta de Radar

Falta de Radar Metereológico atrasou alerta de Temporal

AVISO VERMELHO SÓ FOI EMITIDO ÀS 10 Horas
-Se existisse um radar metereológico no arquipélago, teria sido possivel prever com maior antecedência a forte precipitação que ontem se fez sentir e alertar as populações mais cedo.
     Os radares são usados na colocação da precipitação, no cálculo do seu movimento, na estimativa do seu tipo (chuva, neve, ou granizo, etc.) e na previsão da sua intensidade e posição futura.
     Portugal tem apenas dois radares: Coruche/Cruz do Leão e Loulé/Cavalos de leão que asseguram o Centro e Sul. Para 2012 está prevista a entrada em funcionamento de um Radar na Serra da Freita no Concelho de Arouca. Até lá os nossos Hermanos como são gentis vão nos facultando essas previsões.
    Os Açores esses continuarão a ser servidos pelos nossos Amigos do Tio São que para lá manterem uma Base Aérea Militar nos vão dando essas Benesses.
     Se alguém dúvida que isto é mesmo o país  do andamento da Lesma!!! Repare-se que entrou o primeiro a funcionar em 1998, o segundo em 2005 e a cumprirem-se as previsões o que cobrirá o Norte entrará em Arouca em 2012.
     Conclua-se o que poderia ter sido evitado na Madeira, já que o Radar Metereológica permite entre outros dados avaliar a àgua em suspensão na atmosfera o que permite fazer previsões sobre onde e quando vai chover em determinasdo local.

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Coveiro e a Freira Virgindade

Só Peço que quando essas pestes chegarem os enterrem bem fundos

Cova já está aberta . Há que lhes fazer o Funeral

Coveiro Criativo
Uma freira, na hora da morte, pediu para escreverem no seu túmulo o seguinte:
Nasci Virgem;
Vivi Virgem;
Morri Virgem
O Coveiro achou que eram muitas palavars e escreveu:
Devolvida sem uso
Pergunta=se: Que se deve escrever no fúneral politíco de Sócrates e seus companheiros?
Felícia Cabrita Jornalista de o SOL:-
" Nunca publicaria nada (sobre escutas do caso "Face Oculta") se não tivesse a convicção de que as coisas são assim

"(Os accionistas do Jornal o Sol) são empresários anoglanos que nos libertam  da intenção do PS de liquidar financeiramente o nosso jornal" = Felícia Cabrita.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

A Beata e o Padre

Acontece cada Milagre

A beata e piedosa Mª Antónia ia pela rua quando se cruzou com o sacerdote maduro.
O padre disse-lhe:
- "Bom dia. Por acaso você não é a Mª Antónia, a quem casei já há dois anos na minha antiga diocese?"
Ela respondeu:
- "Efectivamente, Padre, sou eu".
O sacerdote perguntou:
- Mas não me lembro de ter baptizado um filho seu. Não teve nenhum?"
Ela respondeu:
- "Não Padre, ainda não."
O padre disse:
- "Bem, na próxima semana viajo para Roma. Por isso se você quiser, acendo lá uma vela por si e seu marido, para que recebam a bênção de poder ter filhos."
Ela respondeu:
- "Oh Padre, muito obrigada, ficamos ambos muito gratos."

Alguns anos mais tarde encontram-se novamente:
O Sacerdote ancião perguntou:
- "Bom dia Mª Antónia. Como está agora? Já teve filhos?"
Ela respondeu:
- "Oh, sim Padre, 3 pares de gémeos e mais 4. No total 10!"
Disse o padre:
- Bendito seja o Senhor. Que maravilha. E onde está o seu marido?
-"Vai a caminho de Roma, a ver se apaga a p... da vela"

Humor= Ainda Faltam tantos

O Pantel mais caro
Telhados de Vidro = Que Venha o Diabo e Escolha
( E Que todos  os demais vão  P´ró Inferno)
     Mal do nosso Portugal se não aparecer um vírus que consiga banir eficazmente a parasitagem que infesta  as gentes deste recanto à beira Mar.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Candidatura a Belém

Uma Anúnciada Candidatura que se Saúda


Doutor Fernando Nobre Presidente da AMI = Assistência Médica Internacional
     Finalmente pode saudar-se uma Candidatura à Presidência da República que não nasce nos partidos, nem deles emana. É de louvar e como tal deve ser apoiada segundo penso, pois demonstra que a  democracia não se esgota nas instituições. Sabendo-se já quais os Turbilhões que se desfilam e, qual o  apoio partidário, um do P.S.D., outro P.S. Alegre  "duas peças do Xadrês". "O peças do mesmo Puzzle"
     Sabendo-se que se trata de alguém que não terá de abdicar de nenhuma das suas chorudas reformas para poder auferir o vencimento do cargo que venha a desempenhar e, tenha toda a legitimidade para falar em austeridade se a situação a isso  nos obrigar.
     Soube-se que o nosso actual Presidente e, segundo foi divulgado pela comunicação social:- para poder auferir o vencimento de Chefe de Estado  teve de abdicar de uma das três e ,segundo disseram aterá sido foi a  de Primeiro Ministro.
     Um outro Candidato anunciado  é aquele que terá passado a  auferir uma reforma choruda da R.D.P., quando ao que se díz poucos meses lá esteve, juntando-se-lhe ainda o suplemento de Deputado.
    Por mim não me sinto bem :- ouvir alguém a auferir de reformas e ordenados de tamanha monta e, encham tudo o que é imprensa a aconselharem aqueles que já tem de espremer os míseros Euros e, lhes  dizerem para apertarem ainda mais o cinto.
 Apresentação da Candidatura a Belém= Amanhã sexta-feira no Padrão dos Descobrimentos
"Serei o candidato independente, apartidário e em nome das cidadania" "contra a indiferença",, onde fez a sua declaração pública. Tomei esta iniciativa "enquanto cidadão independente e em nome de um imperativo moral e de consciência para Portugal.
Um apoio consciente;-
Bem vindo Doutor cumpra com o que disse:  e, que o seu brilhante passado o atesta :- tratar-se de uma pessoa  de bem.

Riqueza a partir dos 50

Vamos Sorrir que a Vida é Bela
     " Nunca pensei que a partir dos 50 anos pudéssemos ter  uma riqueza tão grande!!!!
 Prata nos Cabelos.
Ouro nos Dentes.
Pedras nos Rins.
Açucar no Sangue.
Chumbo nos Pés.
Ferro nas Articulações.
Fonte inesgotável de gás Natural.
Reformas Congeladas.
Governo para apertar o Cinto.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Carreiras com Saída

Universidade das Jotas

Confirmado está;  que são as que ainda vão assegurando saídas para mercado de empregos
Sendo que no momento presente aquela que  mais oportunidades oferece é a J:S..e, acaba de trazer à Ribalta um "amigo" que disparou para os píncaros do êxito. Foi mais o curso aí tirado do que qualquer classificação académica que o tornou, aos 36 anos, num administrador executivo da holding do Grupo PT com a remuneração anual de 2,5 milhões de euros.






Um País à Deriva

Por quanto mais tempo?

     Mergulhado numa crise governamental da  qual ninguém arrisca quando sairá.
O ambiente politíco é sofocante.
E o mais grave é que antevendo a possibilidade de perder o poder, o PS pode antecipar-se a pedir a substituição do primeiro ministro, propondo uma solução mais credivel. Libertando-se de Socrates e prolongado o poder da tribo socialista por mais uns tempos e poder continuar a empregar os "boys", a beneficiar como até aqui os grandes interesses económicos. Sera este o que mais interessará aos soaristas e aos históricos socialistas.  Também para eliminar o guterrismo do qual Sócrates é herdeiro directo.
 Perante todos os cenários possiveis o PS vacila e Sócrates não tem honestidade intelectual que chegue para se demarcar dos "boys" que o servem ou-quem sabe?-o traíram.
Outro problema grave que o Governo tem entre mãos; será o de conseguir arranjar um novo Governador. Com aquele ordenado vai ser defícil aparecer alguém disposto a fazer tão grande sacrifício.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Genorosidade da Comunidade Europeia

Portugueses distinguidos por altos serviços prestados

Mãos que não dais:- Porque Esperais

Que bem Prega Frei Tomás!!!
     Quando todos nós nos preparavamos para um Carnaval frio motivado pela intempérie; eis que nos entra porta dentro mais uma notícia daquelas a que já nos vão habituando.
     Acaba de ser nomeado para um alto cargo internacional: um Senhor que em Portugal apenas auferia 250 mil euros de remuneração  anual e, veja-se só a respeitabilidade entre amigos que mereceu: dos dezasseis com direito a voto 13 preferem-no. Assim este ilustre passará a receber mais uns troquitos concretamente: auferirá 301 mil euros de salário anual iliquido no B.C.E.
     A ser verdade!?: que dos 16 países  com direito a voto 13 terão votado na sua eleição!!! Fácil perceber-se porquê !.....
     Quem está atento a como as coisas se desenvolvem dentro da esfera governamental; sabe-se que o senhor  governador nunca escondeu a bandeira do partido a que pertence e, que quando por lá passaram os outros amigos a forma hábil como soube contornar a questão sem nunca se chamuscar.
      Poderíamos pensar: e, se assim fosse que a sua partida seria benéfica, pois o homem que tantas vezes saíu a terreiro a pedir o aumento do I.V.A. do congelamento de salários o cérrimo defensor do Governo perante a crise!...  Se iria embora em principios de Junho e, entraria para o seu lugar um homem despido de camisolas de partidarites,  que apenas  lhe fosse reconhecida capacidade para o desempenho de tão alto cargo.
     Pois como se pode constatar com o ordenado acima citado há que aconselhar a restrições de toda a ordem: -congelamento de salários das reformas e Função Pública; de contrário o dinheiro poderá não chegar para pagar tão chorudo ordenado!....
     Mas a confirmar-se os nomes que são adiantados pela comunicação social e, os mais badalados do Senhor Vitor Bento,  Faria de Oliveira ou Manuel Pinho todos eles com passado ministerial e com os desempenhos que se lhes conhecem.
    Poderemos preparar-nos para comer mais do mesmo.
    Agora seria correcto saber-se quanto ao actual Governador do Banco de Portugal pelos dez anos  que lá esteve; irá vai auferir de reforma? Se calhar nada preocupante!:::. Quem sabe o equivalente  ao ordenado minímo nacional.
       Mas como é Carnaval. Passa ao lado e ninguém leva a mal!!!!.  

Mar, Navios e Pescadores

Matar Saúdades
O Mar e a Marinha Mercante
     Já fazia tempo que tencionava - me deslocar a um Porto de mar, onde me fosse possivel matar saúdades de ver os navios atracados aos cais e, protegidos por uma muralha. Mas também sanciar a saúdade que sentia de apreciar um navio a apróximar-se do local : onde os rebocadores depois se encarregam de os atracar ao cais.
     Devo confessar que não foi necessário esperar muito tempo e, verdade é que mais dois se apróximavam do paredão para a mesma operação. Não sei se foi um momemnto de sorte ou se o Porto de Matosinhos ainda recebe quantidades grandes de embarcações.
     Quando deparei com o estado em que se encontram os barcos de pesca foi desolador; infelizmente nada que eu não esperasse, mas constatar  com esta triste  realidade"in loc" é penante.
      Como a própria fotografia  de cima atesta:- em nome não sei de quê!.. e, para servir os interesses dos grandes senhores: obrigam a que os nossos pescadores se vejam obrigados ao abandono das suas artes e, que eram as suas grandes paixões, mas também a única fonte de rendimento.
      Percorri toda a marginal desde Matozinhos à Ponte D. Luís; atravessei para Gaia, percorrendo toda aquela zona até à Afurada e, sinceramente é altamente desolador, quem como eu já conheci aqueles locais amontoados de embarcações, redes e pescadores.  Na Afurada ainda encontrei quatro velhos Pescadores remendando as suas redes tend-me dirigido a eles- dizendo-lhe:- que também eu fui Pescador no Douro e, que ainda lá mantenho o meu barco Valboeiro; que durante largos anos fui marinheiro e, a paixão que tinha pela pesaca e Marinha Mercante. Com as lágrimas a caírem-lhe e, a muito custo,  a soluçar com a vós embragada, lá me foram  foi dizendo:  que faziam aquilo para matar o vício e, que de quando em vez lá votavam as redes a pescar, mas que o ffaziam por amor, já que em termos económicos não era rentável.
     Despedi-me com um abraço e uma lágrima também, já que a injustiça de que são vitímas é a mesma que nós no Douro e, com a Construção da Barragem Lever Crestuma fomos penalizados e arredados. Tendo-nos retirado o pescado do Sável e Lampreia e nos proibem de pescar as outras espécies lá existentes com redes, preferindo e deitando lá espécies que se vão devorando entre si sem que a nós moradores a quem o rio e, o que dele advém nos deveria de inteira justiça pertençer e, por direito póprio ser das gentes ribeirinhas.  

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Moçambique:- Amar a Natureza

Amor a Moçambique
     Transporto comigo este amor e, sempre que tenho acesso não me canso de procurar elementos que me falem e me liguem a esta maravilhosa terra.
      Como pode não se deixar enamorar: quem ama a natureza, adora a praia, o pôr do Sol, as cores e as paisagens, o artesanato e o marisco: enfim: tudo isto e muito mais e, chegando ao final do dia com uma força de espirito e paz interior como se tivesse acordado de um lindo sonho!!!
      Sinto que está dentro de mim e, me corre nas veias e, que assim irá continuar enquanto eu viver.
       Tendo recebido muito de bom nos locais onde nasci, cresci e vivi. Moçambique também ali está guardado e sinto o seu pulsar dentro do meu coração.
Moçambique. Paixão e Amor.  Uma Dádiva da Natureza. Que  me sinto um privilegiado e ter podido desfrutar de tudo isso e muito mais.  

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Vedeta da Marinha

Quantas histórias foram contadas dentro de Vedeta da Marinha Doca =Alfeite
Eram 25 Minutos algumas vezes preciosos para passar pelas brasas
     Muitas vezes aconteceu ser o elemento da guarnição a me vir acordar, pois acontecia que depois de uma directa aquele tempo que mediava a travessia entre margens era precioso para passar pelas brasas.
     No meu tempo de Marinha vários meses fui ordenança :- Isto era levar e trazer a correspondência de bordo, Como tal apanhava-se a vedeta das 13h45m e de manhã a das 9h30 m, nas outras horas o pessoal tinha aquelas equipas certinhas de bater a Sueca e, os outros ou apreciavam os jogadores metendo sempre a colherada, ou atravessavam o Tejo a lêr para dentro com os olhos fechados.
    Eu normalmente pertencia ao Grupo dos que liam para dentro.
   A Travessia do Tejo faz parte do trajecto do Marujo

Recordando o Ritz Clube

Reviver o Passado = NOITE DE LISBOA
Dança do Fogo  e  Ti Alfredo Marceneiro
     Pois é!....... Os anos já lá vão!,, mas a memória: não esquece e, não esquece porque durante e cerca de doze anos era a atracção principal : o Streep Tease e a Dança do Fogo.
     As messas repletas e acabada a sessão de Streape lá se passava para o Restaurante onde era servida a ceia a partir das tantas das matina e lá estava o Velho Marceneiro e Companhia para nos deliciar como os seus maravilhosos fados.
     Certo que para a Marujada que normalmente quando para ali vinha não tinha orientação e  acabados os Faduchos, havia que seguir até ao Bairro Alto, onde o Arroz Doce abria às 5 da Manhã, ou vir até ao Mercado da Ribeira.. 
Marujos no Mercado da Ribeira

O Cacau da Ribeira
    Nas directas o Cacau da Ribeira era o ponto de encontro para se fazer horas  para seguir  a apanhar a Vedeta na Doca da Marinha para o Alfeite.  

`Sai já de Cima

Até quando o Povo vais suportar o Zé

Água Mole em Pedra  Dura- Tanto dá que até a fura 

Responda quem souber!:....
Como seria possivel se tudo fosse claro!... Será que não  haverá vassalagem?..
Como seria possivel em condições normais;  "não fosse certamente a de prestar vassalagem"  que politícos que desempenharam altos cargos no nosso país e, que tão mal fizeram à economia nacional e ao povo, como reconpensa:  lhes sejam aribuídos desempenhos em altos cargos a nivel da Santa União Europeia e tal.
Então vejamos:- António Guterres, com uma governação miserável a nivel de chefe do Governo Português, venha a ser nomeado para alto-comissário para os Refugiados.
     Durão Barroso que durante dois anos de uma governação medíocre vai para Presidente da Comissão Europeia.
Vitor Constâncio que nunca baixou a bandeira do seu partido e, sempre pronto a justificar que o que era adverso ao governo, desde que foi nomeado Governador do Banco de  Portuga;. que  foi peça fundamental na demolição do B.C.P., que foi sempre omisso no longo caminho que conduziu aos problemas de gestão no BPN e BPP.
     Poderemos  começar a tentar adivinhar que alto cargo estará reservado para o nosso primeiro logo que deixe de o ser.
       Tão mal se devem sentir: aqueles que hoje elevam o nome de Portugal bem alto, depois de enquanto no nosso País terem dado provas do seu valor, mostrando serem execelentes de entre outros pode destacar-se os nomes de Vieira da Silva, Joaquim Almeida, José Saramago, Manuel José, José Mourinho e Cristiano Ronaldo.
     Será interessante perguntar-se se os candidatos que se apresentam à Presidência do P.S.D. se o único interesse que os move não será a única de que o Zé caia e, lhes possam suceder; sabendo que chegado a primeiro, quando saírem também terão à sua espera um lugar nas altas esferas internacionais.
     Não se percebe porque tudo tem sempre de girar em volta destes dois partidos que há muitos anos alternam entre si e, o caminho é sempre o de vira o disco e segue o mesmo.
     Enquanto se mantiver este circulo seguramente já viciado, até lá: será sempre o toma lá mais do mesmo.
     Como a esperança é a última a perder.
    Acredite-se que um dia por muito que custe, isto  acabará por mudar.   

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Porque não demite Cavaco Silva o Governo?

Angola Cooperante:
Um desafio em "tempo dita de crise" aos  Empresários portugueses, 
O embaixador de Angola em Portugal Marco Barrica, desafiou ontem os empresários portugueses a investirem no seu País e a "não perderem tempo", porque se prevê que 2010 seja um ano de grande crescimento e económico.
    "Este ano prevê-se um crescimento sempre positivo, os compromissos, serão assumidos e o empresário português tem o seu espaço reservado, que não percam tempo se não perdem o espaço", disse o embaixador.

Porque não demite Cavaco Silva o Governo?

´Socrates pode ser julgado no Supremo Tribunal.
     Se o primeiro-ministo fosse constituído arguido pelo crime de atentado contra o Estado de Direito por suspeita desse crime, recorde-se estava na Mira dos magistrados de Aveiro que tutelam o " Fasce Oculta" o Parlamento era obrigado a retirar-lhe a imunidade parlamentar, segundo  o prestigiado constitucionalista Bacelar Gouveia.
   A acusação terá de partir do procurador-geral da Republica, ou de um procurador adjunto em quem Pinto Monteiro delegasse.
    Conclusões de um Penalista
O Penalista Germano Marques da Silva explica que "crimes comuns como furto ou difamação", tem sempre de se aguardar pelo fim   do mandato para ser possivel julgar o chefe do Governo.
" Mas nos crimes de corrupção, tráfico de influências, abusos de poder, peculato, traição à pàtria e atentado contra o Estado de Direito, não é preciso suspender", disse
     Se estamos numa situação critíca pois estão em causa o regular funcionamento das instituições.
Cavaco Silva Presidente da República " que garante, segundo a constituição, o regular funcionamento instituições pode emitir  agora o Governo e, depois ouvir os partidos para nomear uma solução governativa transitória, como um governo de salvação nacional acrescentou Bacelar Gouveia
     Por "muito menos" lembrou, " o Governo de Santana Lopes foi afastado pelo então presidente Jorge Sampaio, que dissolveu o Parlamento".
Tempo de Dissolução do Parlamento
Cavaco Silva só pode dissolver o Parlamento no período entre final de Abril e o principio de Setembro uma "janela temporal justificada pelo artigo 172º da Constituição da República "não pode ser dissolvida nos seis meses posteriores à sua eleição" e "no último semestre do mandato do Presidente da República.
Veio  a  agora o P.S. com aquio que se esperava:- Na última tentativa de adiar as coisas desafiar a oposição a apresentar um noção de censura.
 Até o Fulano da Madeira já pede uma noção de censura. Este  Jardim não perde uma.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

O Cacilheiros Matinal

Cancilheiro das 2h30m da manhã
Quantas histórias
Houve Sol no meu País 
  Depois de um dia, aqui no recanto da minha aldeia e, sob o controle da minha cara-metade; que não está com ideias de me dar baldas nem férias  de Carnaval, pois barafusta que a sementeira da batata,é que é importante e, um marujo na reserva AB a caminho dos setenta: o que tem  a fazer!... Lamentar-se e obedecer!... não vá saír o rabo da enchada, já que o outro anda arísco. Mas  mesmo assim e, valendo-se da malandrice adquirida :- lá me fui conseguindo  baldar e, lá fui  plantando duas laranjeiras e duas pereiras, aproveitando também para dar uma fugida argumentando que tinha de escoar ; a água do meu barco, só para me procurar livrar de cavar a terrs com o gadanho, pois cá na quinta as máquinas não tem acesso.
Claro que nesta de ir ao barco; vá  de aproveitar a boleia : pegar no carro e, ir à livraria para dar uma espretade-la  pelas notícias da imprensa diária.
 Mais uma vez que a montanha pariu um rato.
 Chegado quase a anoitecer; ía caíndo o Carmo e a Trindade. Ligo a Televisão; sempre mais do mesmo. Sinceramente que já não tenho pachorra para ouvir essa gente:-
 Vou apenas  dizer:- o que os Camaradas falam nos Comentários está lá tudo. Então disse eu:- Hoje vou falar do Cacilheiro das duas e meia da matina que partia  do Cais de Sodré para Cacilhas.
     Lembrei-me do meu Amigo Zé Viana e, não resisto a recordar:-
Sou Marinheiro,
Deste velho Cacilheiro
Dedicado Companheiro
Pequeno Berço do Povo
E Navegando
A Idade foi chegando
O cabelo branqueando
Mas o Tejo é sempre novo
Verdade que os rios são eternos e, como tal os anos não lhes pesam mas que a incúria e atrocidades dos humanos o tentem e para servirem os seus interesses pessoais , vão-lhe desferindo golpes terriveis.
      Muitas foram as vezes aquelas que atravessei no  Cacilheiro de última hora; já que durante longos períodos tive quarto na Cova dfa Piedade, em outras saltava o muro ou entrava por um dos locais onde a rede estava furada.
     Não resisto a contar uma história ocorrida por volta do ano de 76:- Contava-se uma anedota:-  tinha caído um homem ao Tejo no Caciheiro, no qual ía o Almirante Rosa Coutinho; pegaram nele e atiraram-no ao Tejo; lançam uma bóia e, o Almirante consegue agarrá-la e, assim  lá consegui salvarse salvando também o naufrago.
 Um amontoado de Jornalistas pergunatam:- Senhor Almirante o que tem a dizer a este acto heróico.- Tenho a dizer que se soubesse quem me atirou à água partia-lhe a cara, então o sacana sabia que eu não sei nadar.
     Mas  a história que me preparava para contar:-  Entra um individuo para o Cacilheiro para um Bordo e para o outro. gritava insistentemente :- vou-me deitar ao Tejo; vou-me deitar ao Tejo e, gritava sempre continuamente Vou-me deitar ao Teejo - Vou-me deitar ao Tejo.. Occorreu-me a anedota e, disse para a nmeia dúzia de marujos que lá íamos fardados: eu vou lá para cima para a primeira classe:- não vá fazer  o mesmo a algum de nós o que fizeram ao Almirante!....
     Andaram M de tempo a tentar salvar o homem;  chegou mesmo  a bater no costado do Cacilheiro, mas quando ummarinheiro se preparava para descer pela escada de quebra-costas ele afundou-se. Mas até isso acontecer terá demorado cerca vinte minutos e, ele  acabou por se afogar -se
. Por esse motivo o cobrador de bilhetes não foi lá e, viajamos de graça.
    Não sei se o conhecimento da anedota terá ajudado e, evitado quealgum de nós yivesse ído tomar banho,quem sabe sem retorno. Já que os passageiros era tudo a monte e, havia aquela:- é Marinheiro sabe nadar!..... Só que com os remoínhos; mesmo sabendo não havia hipótese.
     Tive outra mas fundeado no Mar da Palha;-   debrucei-me na Ponte e tinha recebido nesse dia era segundo grumete e, recebi 50$00, usava-se o porta moedas chamdo cona d´Égua tinha o bolso da camisa desabetuado e ele caíu ao Tejo foram várias vezes que me lembrei atirar ao rio, mas lembrava dos Remoínhos.  Resisti. Foi um mês terrivel.
     Lá tive que andar a fazer vales diários de 2$50, sempre dava para o café e comprar o Jornal Diário Popular, que trazia dois problems de palavras cruzadas.
Recordações guardadas no meu Baú

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Viva Nelson Mandela

VINTE ANOS DE LIBERDADE
Há 2o Anos um País Inteiro sai da Prisão
   Na manhã do dia 11 de Fevereiro de 1990 e depois de 27 anos de prisão, por ser negro e lutar pela libertação do seu povo, pelo fim do apartheido, esteve preso durante 27 anos e, acompanhado de sua ex-mulher Winie, de punho erguido,  não foi só um homem concreto que que foi libertado; foi um país inteiro que festejou:- o fim do regime segregado do apartheid pelos seus genocídios morais.

A melhor vingança é o perdão.
      Com 91 anos de idade-feitos a 18 de Julho, o "Dia Mandela" na África do Sul.
     Unificou o país e provou que a união é mais do que a mera somadas partes:com reconciliação, cheia de perdão.
    18 de Julho de 1918 = Nascimento
    1944 = Funda a liga do Congresso Nacional Africano (ANC)
     1962  = Mande é preso quando regressa à África do Sul após ter saído secretamente para treino militar
                   na Argélia.
    12 Junho de 1964= Mandela é condenado a prisão perpétua.
    2 de Fevereiro  1990 = De Klerk, último presidente branco do país, legaliza ANC e outros movimentos
                                          Mandela é libertado 
     1991 = Mandela é eleito presidente do ANC
     1994 = Mandela empossado primeiro presidente negro.
      16 de Junho de 199 = Mandela reforma-se e entrega o poder a Thato Mbeki.                  
               Este Nóbel da Paz tem lugar na história; senão o maior, como um dos maiores lutadores e defensores dos direitos e da dignidade humana.

Meia Cueca em Ponte de Lima

Quem a come chora por maia


Quem  morfa Díz que é de chorar por mais

A Fodinha e a meia Cueca em Ponte de Lima

Falava-se tan to do Bairro Alto
No Arroz Doce e da velha fodinha
Também agora já a cá temos
No Norte em Ponte de Lima
                II
Isto é uma grande verdade
E não uma brincadeira
A fodinha quem na serve
É uma cidadã Brasileira
                III
Cá na terra do Campello
 Homem de grande traqueijo
 É o tal do Orçamente
P´ra defender o seu queijo
               IV
Também estou curioso
Quero lá ir para ver
Apesar da minha idade
Também a quero comer
               V
Se comem uns e comem outros
Desde Avós, Netos a Pais
Todos vão lá p´la fodinha
E Ficam a chorar por mais.
               VI
Quem quizer pode lá ir
Pode comer até fartar
Depois o que têm de fazer
É no final ter de pagar
              VI
O Cliente é bem servido
Ali não há desordeiros
Todos têm de pagar
Não há chulos nem Azeiteiros
Veja o video da Fodinha. A vida é bela!....  Basta que saibamos aproveitá-la

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Medidas Preventivas

Exemplos que deveriam ser seguidos aqui no nosso Portugal
Prostitutas Querem Sexo Seguro

Exigem melhores condições de trabalho, sendo que a África do Sul é um dos países mais atingidos pela sida.
Receosas de que se agrave a violência, a criminalidade e aumente a taxa de infectados como virus HIV, as prostitutas sul-africanas exigem melhores condições de trabalho e realizaram mesmo um congresso para formalizarem as reivindicações, no quaql aprovaram também uma campanha nacional pelo sexo seguro.
     A África do Sul, sede do Mundial-2010, convive com um cenário alarmante: é o maior de mortes com sida 350 mil por ano segundo dados de 2007.
      É também o país com o maior número de infectados com  o VIRUS (HIV) 5.7 milhões e o quarto em percentagem da população infectada (18,1 %) com uma incidência nas mulheres grávidas na casa dos 30 %.
         O governo vem fazendo todos os esforços para que a situação não se agrave a partir de 2010 e, na passada terça-feira o próprio presidente Jacob Zuma, anunciou uma nova era  no combate à doença.
     A partir deste ano, serão administrados antirretrovirais às crianças seropositivas.
     O governo pretende legalizar a prostituição, para que o controlo de saúde possa ser mais eficiente.
    Nota:-  Pelo que se conhece também no nosso Portugal; o problema da sida é preocupante. Que medidas se conhecem para que as prostitutas possam ter uma assistência de forma a que quem delas se servem e, lhes pagam pelos serviços prestados não estejam sujeitos a tão alto risco. Querer tapar o Sol com a peneira ou meter a cabeça na areia como a Abestruz, fingindo que nada se passa, seguramente não será medida acertada, nem minimamente aceitável.
     O problema existe e, urge assumi-lo e, tomar medidas eficazes no combate e controle da doença.. 

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Prisão e Presos na Marinha


Tempos houve: em que na parte inferior e, do lado direito onde se realizaram matrimónios


Voltar ao trabalho:- Histórias na Prisão e Presos da Marinha no Grupo 2 E.A. Alfeite 

                    I
Derby já pertence ao passado
P´ra vergonha já me chegou
Vou mesmo encerrar o assunto
Parabéns para quem ganhou
                   II
Vou voltar a falar de novo
Da minha  seguunda Mãezinha
E da Escola Nº2 da Armada
E da prisão que lá se tinha
                 III
Vou vos contar uma história
Se calhar que ninguuém contou
 Presos Foram ao Monumental
 Ao espectáculo da Sande Show
                  IV
Para saírem da Prisão
Um buraco no tecto fizeram
Quando acabou regressaram
Cumpriram o que escreveram
                V
Também fui escoltar vários
Ao Hospital da Marinha
Nunca nenhum me fugiu
Mas que sorte foi a minha
              VI
Não fugiram porque não quizeram
Reparem no constatado
Porque nunca fui capaz.
De levar alguém algemado
           VI
Nem todos somos iguais
Há uma diferênça medonha
Sentia que não era capaz
Porque tinha imensa vergonha
             Nota:-
Já não me recordo de seu nome:- Mas um Comandante do Grupo dois, (por sinal uma pessoa espectacular), deliberou que quem arranja-se um Marinheiro que assumisse a responsabilidade  de o acompanhar dava cinco dias de licênça aos presos.
Tinha conhecido um grumete embarcado comigo num Draga-Minas que, também não me lembro do seu nome( devo confessar que sou fraco na fixação dos mesmos) ," um camarada espectacular" que o seu Pai era Empreiteiro se, a memória não me falha em Queluz?" e, que se embrulhou com uma miúda  da Cova,  "que como era costume já tinha o papel preenchido era só meter o nome do Marujo", foi fazer queixa do citado  à Marinha, que ele a  tinha sido desonrada ( nesse tempo as catraias não eram violadas, nem haviam testes comprovativos da virgindade),como ele não aceitou casar foi preso. ( como devem saber faziam-se ali alguns na sala uns metros ao lado  do gabinete do Oficial Dia) Casavam e tudo bem!...saíam em liberdade.
     O caricato é!... que o tempo foi passando e, ela enamorou-se  por outro, por sinal um cabo músico da Marinha,  queriam casar-se e, não podiam porque  a queixa estava a correr no Tribunal da Marinha.
 Então acontecia:- que nem ela podia casar; nem era solto até que o problema ser resolvido.
Foram -lhe cedidos os tais  cinco dias. Falou comigo e acedi  imediamente, não ppoor dinheiro, porque nunca aceitaria, mas porque era seu grande amigo do pouco tempo que estivemos embarcados. 
     Chegado o dia; ele foi para casa dele lá para Queluz e, claro levou a arma, ao cabo dos cinco dias, veio ter comigo ao Bairro e, tudo correu às mil maravilhas.
Mas:- Lembra a sabedoria popular e que quase nunca se engana; que tantas vezes o Cântaro vai à Fonte que um dia deixa lá a asa.
     Foi o que  aconteceu a um M Fogueiro, aceitava em troca de uns gravetos e dizia-se que não eram poucos, que escultava em troco disso qualquer um, ( ele ficava em Setubal e o preso lá ía para a terra dele.
 Um dia  foi com o Fragata ( Puto reguila da D. Fernando), o bom do Fragata dirigiu-se à  Ponta de Sagres, coloca a Farda  bem dobradinha em cima de um Rocha  escreve  um Bilhete com os seguintes dizeres:-.
 O Fragata despede-se aqui.
Toda a gente que não o conhecesse pensava que o Escola se tinha deitado a afogar, mas  passados  uns tempos:- O Fragata lá deu à costa. Andava em Marrocos a trabalhar na única arte que tinha e que tanto gostava:- "O gamanso" Num dia de menos sorte tinha  sido preso..
Como sabem enquanto isso quem ficou em maus lençóis foi o Setubal.   
O tema está aberto.
Agora digam da vossa justiça.