sábado, 27 de fevereiro de 2010

Safari em África

Chorando a perda do seu fiel amigo

O Herói da Selva

Depois da derrota


O Traidor
Uma velha senhora foi para um safari em África e levou consigo a sua inseparável companhia; o seu velho rafeiro.

Um dia:- depois de se divertindo a caçar borboletas, o velho cão, de repente, deu-se conta que estava perdido.
Vagueando a esmo (cálculo apróximado de rumo -à deriva), procurando o caminho de volta, o velho cão percebe que um jovem leopardo o viu e, vem caminhando em sua direcção, com a firme intenção de ali conseguir um bom apetitoso e farto almoço.
O velho cão pensa rápido (pois velho pensa rápido!):
- Oh, ohuuuuuuu! Estou mesmo enrascado!
Olhou à volta e vê ossos espalhados no chão bem próximo dele.
Em vez de se apavorar mais ainda, o velho cão, ajeita-se junto ao osso mais próximo; e, começa a roê-lo, dando as costas ao predador, como fingindo que não o tivera visto antes...

Quando o leopardo estava a pronto já a dar o salto afim de o abocanhar, o velho cão exclama bem alto:
- Este leopardo estava delicioso!!! Será que há outros por aí???

Ouvindo isso, o jovem leopardo, com um terrível arrepio de espinha, suspende o seu ataque, já quase começado e esgueira-se na direcção das árvores e pensa:
- Caramba!!! Essa foi por pouco!!! O velho rafeiro quase me pegava...!

Um Macaco, numa árvore ali perto, viu a cena toda:- e, logo imaginou como fazer bom uso do que vira. Em troca de protecção para si, informaria o predador que o cão não havia comido leopardo algum...

E assim, foi rápido em direcção ao leopardo. Mas o velho cão vê-o correndo na direcção do predador em grande velocidade, e pensa:

- Aí há marosca...

O macaco logo alcança o felino, cochicha-lhe o acontecido e faz um acordo com o leopardo.

O jovem leopardo fica furioso por ter sido enganado e diz:
- Oh macaco, sobe nas minhas costas para veres o que acontece com aquele cão abusador...

Agora, o velho cão vê um leopardo furioso, vindo em sua direcção, com um macaco nas costas, e pensa rápido novamente:

- E agora, o que é que eu faço?

Mas em vez de correr (pois sabia que suas pernas doridas não o levariam longe...) senta-se, mais uma vez de costas para os agressores e fazendo de conta que não os via..., quando estavam perto o bastante para ouvi-lo, o velho cão diz:

- Mas onde é que anda o filho da curta daquele macaco? Estou a morrer de fome...!!! Disse que me traria outro leopardo e até agora nada...

Moral da história:
Não mexa com Cão Velho... Idade e habilidade se sobrepõem à juventude e à intriga. Sabedoria só vem com idade e experiência.

É claro, que eu não estou, de modo algum, insinuando que és Velho(a)!!!!

Apenas um 'bocadinho' mais 'experiente'...

3 comentários:

Anónimo disse...

Umas vezes em versos, outras em contos divertidos, o Amigo é uma Máquina, de boa disposição.
Um abraço, e boa continuação.

Virgilio Miranda

TINTINAINE disse...

E sabes porquê, Virgílio?
Ele usa radar e nós andamos ás apalpadelas!

Valdemar disse...

É Verdade Companheiros e o de aviso aereo para poder detectar a cerca mais de 200 milhas cerca de 400 Quilómetros e mais recentemente já me estou a adaptarao Metereológigos e depois também dou um toque no Sonar, o que me facilita ir ao fundo. Vocês brincam com os alunos. Mas tudo faz parte da vossa mestria.