terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

A Ambiçãoda Vitória Leonina

Esforço, Dedicação e Glória
Derby Nacional = Sporting =Benfica

          I

Com respeito e Educação
Mais o que isso significa
Que hoje  o bom senso impere
Neste jogo,Sporting - Benfica
                II
Por mim acordei bem disposto
Até dei um salto do Colchão
Para escrever estas quadras
Que dedico ao meu Leão
               III
Vamos a eles, meus Leões
A Águia anda cansada
Não vos peço quantidade
Mas sim uma cabazada
            IV
Para saberem ao que vieram
E não se rirem da má sorte
Fartaram-se de nos gozar
Da cabazada no Norte
          V
É uma ave de rapina
Com o virus da malvadez
Se a outra, foi do Porto
Que seja hoje a nossa vez
          VI
Não maltratar os Benfiquistas
Porque são malta Porreira
Mas porque se disse e não dísse
Que dá pelo nome de Vieira
         VII
Também por esse Jesus
Que cuspiu dentro do caldo
Dizia que era Sportinguista
Mas é  um vira, como o  Jesualdo
         VII
O Pedido merecido fica feito
Puxem pelos vossos galões
Não continuem cordeiros
Mas verdadeiros Leões
          VIII
Escrevi tudo o que desejo
Ocupei todo este espaço
Sportinguistas e Benfiquistas
Daqui vos envio meu abraço
          IX
Se para hoje desejo isto
Versados com o meu coração
Que hoje percam por muitos
Mas que venha a ser campeão
          X
Fica guardado o que disse
Mas que o coração fêz
Se não for assim logo à noite
Irão servir para outra vêz.
           XI
Agora vou descansar
P´ra logo poder sofrer
Acreditem meus amigos
Não os procuro ofender
            XII
E com esta me despeço
Como despedida final
A todos muito bom dia
E um óptimo Carnaval
Que bem Prega Frei Tomás= Mas quem nas diz fica aliviado. Quem nas ouve? Mas já cheira a Carnaval ninguém leva a mal.
     Um Abraço Sportinguista para uns e outros. Bem Hajam.

2 comentários:

TINTINAINE disse...

Caro amigo Valdemar
Na prosa és o maior
Nos versos de bem rimar
Leão és com muito amor

Logo à noite é o tira-teimas
E quero que ganhe o melhor
Para quem ganhar, guloseimas
Muita festa e muito amor

Defende a tua, eu defendo a minha
Deita achas para a fogueira
Puxa a brasa para a tua sardinha
Vê se a assas da melhor maneira

Anónimo disse...

Sinto-me um anão, ao pé destes Poetas de mão cheia, só me resta desejar que seja um jogo limpo, sem casos, que ganhe o melhor. Um abraço para todos
Virgilio Miranda