domingo, 30 de janeiro de 2011

A Guerra Colonial começou há 50 anos. Quando acabará???


"IPOD " = Quanto mais Prima, mais se lhe arrima
                                riodouroniassa.blogspot.com

Maleitas provocadas pela Guerra Colonial em África.
Está prestes a fazer 35 anois que foi disparado o último tiro.
Mas para muitos de nós ex-combatentes, ela ainda não acabou.
Apesar das tentativas de procurarem passar a mensagem que ela nunca terá existido!!!
Mas ela existiu e existe, e durará o tempo de cada vida de um dos combatentes que ficaram física ou psicológicamente marcados para sempre.
Foram um milhão de portugueses que foram recrutados para o conflito.
Dez mil morreram.
Trinta mil ficaram feridos.
Não se sabendo ainda hoje quantos vivem com limitações por causa dessa mesma guerra.
Muitas são as consequências a exemplo como o stress pós traumático, os ferimentos físicos não tratados ou múltiplos.
As lesões provocadas por estilhaços que perduram.a pior de todas não se tratando de lesões graves sofridas por militares que se encontravam na primeira linha e que muitas vezes não as revelavam, por terem vergonha em queixar-se ou medo de possiveis represálias.
Sabemos que 50 anos depois, ainda não estão identificadas todas as dores que a guerra colonial deixou.
Mesmo que continuem a querer ignorar que a Guerra tenha existido!!!
Ela existiu e ainda não acabou.

5 comentários:

TINTINAINE disse...

Se pensarmos nos inocentes que ficaram orfãos dos militares mortos no conflito a coisa vai, de facto, demorar muitos anos a ser esquecida!
E nesses raramente se fala!

Valdemar disse...

O mal já vem de longe, e verdade seja dita Portugal nunca foi um pai exemplar para com os seus filhos.... Aqui há anos encontrei na Porta "da Famosa" (Malaca) um velhote luso-malaio a quem a troco de moedas toca "a Tia Anica do Loulé" com uma gaita... O qual me acabou por dizer: "Os portugueses prometeram-nos tirar-nos daqui!"... Concluindo-se que não fomos só nós os únicos portugueses atraiçoados pelas Instituições Portuguesas... OUTROS JÁ O FORAM ANTES DE NÓS!
Valdemar Alves

Valdemar disse...

Ontem quando vi a Gala Eusébio na RTPi, o Coluna quando começou a contar a história da contratação desse grande senhor do futebol disse para quem o quiz ouvir... Que naquele tempo a mãe do Eusébio já estava farta dos enfia-barrêtes dos portugueses e o que queria era mesmo $$$ vivo e daí o miúdo ter ido para o Benfica e não para o Sporting... ESTAMOS EM 2011 E OS PORTUGUESES CONTINUAM A SÊR ENGANADOS!
Valdemar Alves

Fuzo de agua doce disse...

Melhor que isto só na Farmácia, como diz o ditado, a Mensagem está claríssima, mais uma vez não vais por meias palavras, e dizes o que tem de ser dito, muito bem.
Uma braço
Virgílio

edumanes disse...

É claro que a guerra existiu. Para muitos foi horror para outros um negócio lucrativo.
Para os senhores das chefias militares, e muitos outros senhores ligados à política.
Foram estes senhores que fizeram a guerra, e agora querem convencer as pessoas que ela não existiu. Mas que pouca vergonha é esta afinal?
Será que a guerra foi um mal menor?
Nós combatentes, fomos sempre desprezados pelos políticos antes e depois do 25 de Abril de 1974.
Até parece que fomos nós os causadores da guerra?
Deveriam ter vergonha de terem atribuido um mísero Complemento Especial de Pensão no valor no meu caso de 132,98 euros, que só recebi no primeiro anos, depois passou para 82.00 euros, e nestes dois últimos anos, foi fixado em 75.00 euros, dos quais só recebi 55.00 euros, sofrendo o desconto de 20.00 euros, é ou não roubalheira.
E há os que nada recebem o que, ainda, é mais grave. «Eles olham para nós comos que fossemos criminosos de guerra».