segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

O que fazer a cerca de 600.000 Votos


 Os meus amigos são a familia que escolhi.
                               no blogue
              riodouroniassa.blogspot.com
A grande surpresa da noite....
Cavaco apesar de ter sido eleito presidente, não evitou a perda de mais de meio milhão de votos de há cinco anos a esta parte e de ter sido o Canditato releito com menor percentagem, desde o 25 de Abril de 1974..
Discurso Directo de Fernando Nobre após o resultados eleitorais.
Nenhuma porta ficou fechada . Vou continuar estar atento aos portugueses e ao futuro de Portugal.
Foi com um discurso curto e pautado por críticas violentas à comunicação social  e às empresas de sondagens.
Quando questionado pelos jornalistas quanto vale no futuro os quase 600 mil votos depositados na  candidatura do fundador da AMI?
Respondeu: - Decidirei mais tarde o que farei com a minha vida, ela pertence-me a mim e a mais ninguém expressou-se.
Ouvirei a quinzena de amigos mas a decisão a tomar será, como esta foi, uma decisão solitária.
" A cidadania portuguesa está viva, recomenda-se, e no futuro do nosso país vai ter que ter isso em conta", interpretou Nobre, para se insurgir contra o silenciamento quase sistemáticamente" da comunicação social, por um lado, e conta a manipulação das sondagens, por outro.
É verdade que poucas vezes, ao longo da campanha, se ouviu alguém a creditar que a candidatura pudesse furar a fasquia dos dez por cento e, nessa medida Fernando Nobre foi a surpresa da noite.
E, apesar de não ter conseguido diminuir a abstênção, o seu resultado funcionará como um aviso sério aos partidos.

5 comentários:

Piko disse...

A cidadania é isto mesmo! O homem apresentou-se como é e levou até ao fim as suas propostas e auscultou através do voto o pulsar dos portugueses! O compromisso acabou com o fecho das urnas e com a contagem e todos ficaram a saber que não podem brincar como até aqui e que vamos ficar atentos! O candidato Nobre já disse que não vai fazer qualquer partido e acreditamos na sua palavra, aliás, nem fazia sentido...
O dever dele e o nosso ficou cumprido!
O futuro está a ser construído e os arrogantes parece que não vão ganhar juízo a avaliar pelos discursos...
Um abraço Valdemar e sem combinar desta vez tomamos a mesma posição! Porque será?!

TINTINAINE disse...

Portugal precisa de um líder que encabece a luta contra os partidos e force a mudança deste estado de coisas. Se o Dr. Nobre quiser assumir esse papel eu ofereço-me desde já para o apoiar e para o que der e vier.
Força nisso, vamos mudar Portugal!

António Querido disse...

Contem comigo!
Dos muitos votos que levou da FIGUEIRA, um era meu!

Fuzo de agua doce disse...

Gostava agora de ouvir os comentadores que durante toda a campanha foram dizendo que o Homem não tinha discurso, que não tinha carisma e outras do mesmo do género, virem agora retratar-se, e pedir desculpa ao Dr. Fernando Nobre, por lhe terem tirado muitos votos, sabendo nós como as Pessoas são influenciadas pelo que vão ouvindo nas televisões, destes «fazedores» de opinião.
Um abraço
Virgílio

edumanes disse...

Sou muito realista, por isso acredito que se nas próximas eleições presidenciais, não aparecer um candidato papagaio apoiado por mais do que um dos maiores partidos políticos. Possa o Dr. Fernando Nobre ser eleito Presidente da República Portuguesa. Caso venha a candidatar-se?