quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Apresentações Fotográficas

Fotogenia continuada
Nem ficaram mal no retrato
Um Lago Mais Três Amigos
O Crementar de uma sá amizade entre nós três, que não nos conheciamos e que distavamos a muitos quilómetros uns dos outros, só foi possivel por um amor que nos uniu, o amor que nutrimos por Metangula/Lago Niassa.
Tudo começou, quando o José Luis Torres entrou em contacto comigo por no Niassa ter lido o meu Blogue e ter estabelecido contacto. Mantivemos um contacto regular, por vezes interrompido, pelas dificuldades acrescidas da falta de Net da parte dele. Posteriormente o Carlos também numa passagem por um dos meus Blogues estabeleceu contacto, mantivemos uma relacção de amizade e o Carlos perito nisto das Net´s e Blogues optou por me ajudar e tem desenvolvido um trabalho fabuloso, a dois filhos da Escola o Manuel Araújo Cunha (Douro Inteiro) e ao Carlos, quase tudo devo por estar a desenvolver este magnifíco trabalho.
Há bem pouco tempo desloquei-me à Povoa do Varzim a casa do Carlos, para nos conhecermos e receber a aula do mestre. Dei aconhecer ao Carlos o convite que tinha do amigo José Luis Torres que iria regressar do Niassa e estava combinado nos encontrar em casa dele em Condeixa para nos conhecermos pessoalmente.
O Carlos com toda a paixão e amor pelo Niassa disponibilizou-se de imediato para me acompanhar, hoje lá seguimos rumo ao destino. Durante cerca de sete horas em que durou o encontro, o Niassa esteve presente, confesso que foi mais um dia maravilhoso.
Um repasto preparado pelo amigo José Luis, que é um especialista em culinária e ainda confessionado com umas tantas coisas trazidas de Moçambique, a recordar o sabor de 4 décadas atrás, tira todas as palavras que queiramos aqui introduzir, para descrever o maravilhoso tempo passado.
Amigo não tenho palavras para descrever a felicidade que me proporciou a mim e ao Carlos este nosso encontro.
Ficou cimentada uma amizade que irá continuar e seguramente, que este não terá sido o nosso único encontro, tal foi o calor de que ele se revestiu.
Seguramente que nos iremos encontrar ou em Nogueira da Regedoura, ou na minha Aldeia no Douro. Até lá os contactos irão continuar.
Um abraço Niassista

2 comentários:

TINTINAINE disse...

Aproveito a boleia das tuas palavras para endereçar ao Zé Luis os meus agradecimentos pela sua hospitalidade e toda a atenção que nos dispensou.
Quando pensava que iríamos comer um franganito em qualquer simples churrasqueira de Condeixa, eis que ele nos presenteia com um manjar dos deuses e, para além do mais, confeccionado pelas suas próprias mãos.
Simplesmente fantássssssstico!
E do Lago? Isso nem se fala!

Valdemar disse...

Dpeois diz que Condeixa não tem muito mais encanto na hora da despedida.
Valde apena ter amigos.
Mas como nãohá um todo seem senão, tinham que vir aqueles pobres lagartos evitar que o dia fosse um pleno.
Para vós os dois a ti ao Zé Luis fico-vos com essa vontade de em breve primar também por merecer a vosssa distinção. Vê lá que aquilo estava de tal maneira, que nem o sono te apoquentou.
O Zé Luis também já tem a Escola do Niassa. Um abraço aos dois