quinta-feira, 30 de junho de 2011

Angola = Há quase o triplo de portugueses a viver em Angola,de que Angolanos a viver em Portugal

Há quase o triplo de portugueses a viverem em Angola do que angolanos a viver em Portugal.
E, orgulhosamente, sabem que a comunidade Internacional reconhece este seu empenho acelerado.
A economia angolana deverá atingir este ano um crescimento de 7,8%, contra os 1,6% registados em 2010.
Angola pretende ser un dos impulsionadores do processo de desenvolvimento do continente africano, através do estabelecimento de relacções, tanto económicas como institucionais, com outros países africanos.
Face a todos estes fenómenos, movidos pela oportunidade de aspirarem a uma vida melhor, os emigrantes de todo o mundo facilmente percebem que Angola pode ser uma nova morada.
Os portugueses terão sempre uma ligação a um país  que jamais os esqueceu.
Não restam dúvidas: nos últimos quatro anos, registou-se uma inversão nos fluxos migratórios entre Portugal e Angola.
Se há muito tempo a emigração era no sentido de lá para cá, agora, dá-se na direcção contrária.
Em situação legal, há quase o triplo de portugueses a viverem em Angola do que angolanosem Portugal.
Esta edição temática é apenas uma amostra de tudo o que  está a acontecer num dos países que mais cresceu nos últimos anos.

5 comentários:

TINTINAINE disse...

Angola vai ser o Brasil do Século XXI.
Disso eu não tenho dúvidas!

edumanes disse...

Oxalá estejas certo! O Valdemar, diz que em Angola estão mais portugueses, do que angolanos estão em Portugal.
Isso é muito bom, porque quantos mais forem para Angola menos ficam em Portugal e, vai ser bom para os que partem e para os que ficam.
Sinal de que vão ter uma vida melhor?
Só assim se pode justificar a saída do seu país para outro país.
Talvez já pudessem lá estarem mais, se os governos de ambos os países tivessem melhor relações entre si.
Bom fim de semana
Eduardo.

António Querido disse...

Hoje dá-me a impressão que estou do contra!
Os meus neurónios dizem-me que, é bom para os que partem, porque irão certamente ter uma vida melhor, péssimo para Portugal e para os Portugueses que ficam, senão vejamos: Péssimo para Portugal, porque é sinal que não existem condições para os jovens terem uma vida normal!
Péssimo para os que ficam, porque só vão restar aqueles, ou que já mal podem com as pernas, ou que nada sabem fazer a não ser roubar!
Estarei certo, ou errado?
Abraço

Fuzo de agua doce disse...

Pois é Amigo Páscoa, estou de acordo com a tua análize, e só mais uma achega, também virão ou já cá estão os que vêm ocupar os lugares dos que partem para Angola ou outro qualquer Pais, os «companheiros» desses que falas que só sabem roubar, para formarem verdadeiras quadrilhas que nos vão roubando tudo o que podem, já não chegavam os Governos, Banqueiros e quejandos.
Uma braço
Virgilio

Piko disse...

Olá amigo e conterrâneo:
Fico sem saber se já resolveste os teus problemas com a Net, porque os teus comentários ficaram reduzidos a partir daí... Eras até dos mais assíduos no blog do Virgílio e agora que o exfuzileiro, ou ex-marinheiro, ali de Porto Salvo, mas que também não se esquece da Lisboa boémia, Lisboa fadista e até, veja-se do Barreiro da outra banda, mas que "inventou" um novo blog, todo janota, todo charmoso, a fazer frente aos melhores que o Tintinaine andou a "inventar" vai em dois anos ou mais e que te envaideceram tanto Valdemar... Se te lembras, que tens boa memória, felizmente, nesses belos tempos que parece ter sido ontem, onde tu davas os parabéns, todo eufórico, ao rapaz que mora para os lados da Póvoa, que há muitas décadas tinha um estádio, bem perto do mar e que amigos meus não gostavam de jogar ali futebol, pporque, diziam, que não se entendiam bem com os ventos que sopravam do Atlântico e que eram a causa de perderem quase sempre quando mudavam de campo... Seriam desculpas, quem sabe, mas no final dos anos cinquenta não haveria assim ardilosos e mentirosos do calibre dos que conhecemos há meia dúzia de anos a esta parte... Aliás, umas mentiritas sempre se disseram, quando queríamos levar a água ao nosso moinho e a miúda fosse boa como o milho...
Bem, só falta dizer mais uma coisa: Trata de arranjar esse computer, porque sabemos que estás activo, mas precisamos dos teus comentários...
Um abraço rapaz e não faças caso das "conversetas" e vai em frente que o Sócrates já foi substituido e até se constou, que houve uns quantos que se pegaram à porrada para o substituir! Vê-me só!...
Não dá para acreditar! Inventa-se demais nesta terra lusa...