quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Revivendo Metangula/Niassa


Mensagem de marinheiros = Alô Metangula/Niassa


Adivinhem com que estavam cheias no momento da despedida as mentes destes dois marinheiros!..
Chamam-na pelo nome Metangula
Assim como eu também chamava
Hoje muitos mais sei que a amam
Mas ela também, por nós é amada
Ainda para um é pouco, quanto mais para dois
Será uma recordação inesquecivel, nem o Self-Service faltou, tal como na Briosa

Metangula/Niassa, que o mar da Póvoa leve a mensagem até Maputo
Não sei,não quero saber, porque não me incomoda, que digam que sou irrealista. Porque gosto de sonhar, vou continuar a fazê-lo, mesmo que imensas venha a sentir ao acordar
Vezes incontáveis as que sofri, por acreditar que estava prestes a viver horas inesqueciveis e tudo se esfumava, quando menos o esperava.
Tenho desilusões, mas momentos tem havido, que me têm proporcionado vivências inesquecives. Chamado amor à primeira vista.
Foi -me enviado um comentário, que passado uns dias o li, no mesmo era dito que os meus blogges não tinham qualidade. Não fiquei minimamente melindrado, pois tinha a noção que assim era. Assumo a responsabilidade de ter sido um mau aluno, porque o meu professor o filho da escola Manuel Araújo Cunha, me tinha recomendado. Mas é como se esteve dois anos em metangula e chegamos a uma cidade. Percebesse.

Porque acreditei?

Tive a intuição que essa critíca era séria, sei que a sorte não nos bate à porta muitas vezes, mas devemos sabê-la aproveitar quando isso acontece. Pela forma como o Filho da escola falava e com ternura que falava das àguas do nosso Lago, nãom poderia enganar, acreditei que estaria ali alguem que desinteressadamente me procurava ajudar.

Tinha a farda, Metangula e o Lago, como seria possivel não ser verdadeiro aquele sentimento. Acreditei que era credível.
Em boa hora aceitei, passados estes temppos o Lago e Metangula são ainda maiores, o amor entre nós marinheiros e muitos do Exército e até nativos conhecem melhor o nosso caracter, e o amor com que tratamos a sua nossaa/terra e o seu/nosso Lago.

Obrigados filhos da escola.

Escolinha Araújo,tu que estives-te na Machava e um dia falaremos disso, já que lá estivemos também, mas quero render-te aqui a minha homenagem, não fosse a tua pronta disponibilidade da criação dos meus blogges e nada disto teria acontecido.

Estamos todos de parabéns.

Viva a Marinha Camaradas Marujos.

Voltando ao Tintinaine

Os reparos, traziam uma mensagem amiga, prontificava-se a tudo fazer para me ajudar. Dependia da minha aceitação ou não, mas perguntar ao faminto se tem vontade de comer!....
Aceitei e rápidamente se passou ao trabalho. Não leva muito tempo que tudo começou,mas começou com tal força que quase tudo está pronto e de técnica superior.

Unidos pela farda

10 comentários:

M. Araújo da Cunha disse...

Para aqueles ou aquele que dizem que os teus blogs não têm qualidade, digo eu que a arte não tem regras. Assim como uma ideia brilhante de um pintor, escultor ou escritor, nunca vem acompanhada de grande espalhafato, também um blog onde se plantam vivências e se deixa ao mundo experiências e sentires, pode ser simples e discreto.
O interessante é escrever sempre como se estivesses a falar com um rio. Pode parecer que não mas ele escuta em silêncio as tuas preocupações ao contrário dos humanos que não sabem escutar e criticam aquilo que normalmente desconhecem.

Abraço aqui da beira do douro onde as Ninfas cantam e dançam na praia de Midões.

TINTINAINE disse...

Caríssimo filho da escola,
Cá estamos, juntos para o que der e vier.
Continua a botar cá para fora as tuas ideias que, com crítica ou sem ela, são sempre bem vindas.

oliveira disse...

Porra...já há medidor de qualidade para blogues?
Filho da escola, continua a escarrapachar o que te vai na alma sobre a briosa e Metangula que nós agradecemos.

Oliveira

Valdemar disse...

Amigo Valdemar... Aqui há tempos mandaram-me vários livros do conhecido Saramago e francamente Valdemar gosto muito mais de ler os teus blogues... E já agora caso não saibas a tua prosa já passou fronteiras sendo lida até nas Antípodas... Obrigado por me matares saudades de Metangula!
Valdemar (Sydney-Australia)

Valdemar disse...

Vocêds são todos uns Amores. Anossa Querida Armada foi é eserá uma grande Escola. A unidade e Partilha mora nossos corações. Os Blogues zsão de todos nós. Reparto-os convosco e a Marinha faz com que sejamos indevisiveis. Abraços Maritimos.

Anónimo disse...

Camarada Valdemar
Nunca estive em Metangula,mas pelo que tenho lido noutros Blogues,dá para ver as saudades de todos os Camaradas que por lá passaram.Só queria felicitá-lo por acrescentar mais uma página,ao que outros Camaradas Fuzileiros têm vindo a fazer.

Força, prá frente é que é o caminho
Um abraço
Virgilio Miranda

J. Rosa Silva disse...

GRANDE Valdemar. É só o que eu posso dizer a um marinheiro que, definitivamente, deixou parte de si, em Metangula.
Dou-lhe os parabéns pelo blogue e não desanime.
Diga tudo o que lhe vai na alma. O pessoal agradece,
Um grande abraço de incentivo.

TINTINAINE disse...

Estás a ver Valdemar! Já tens meio-mundo a ler os teus blogues e aquilo que escreves.
Espero que isto seja o combustível certo para manter o teu motor a funcionar por muito tempo.
Vamos, máquina a vante a toda a força e siga a Marinha!

Valdemar disse...

Muito sinceramente não sei como é que lagartixa chegou a Jacaré. Isto só foi possivel, porque não é do TINTINAINE, DO M.ARAÚJO, E MUITO MENOS DO VALDEMAR, Mas sim de todos nós. Filhos da Escola com a vossa ajuda, isto vai ser espectacular: A Briosa é um Mundo único. Ala Arriba

Victor Fonseca disse...

Valdemar.
É só o que eu posso dizer a um marinheiro que, definitivamente, deixou parte de si, em Metangula.
Também estive lá, (fui lá fazer os minhas 20 primaveras), local extraordinário, só quem lá passou pode avaliar do que falamos. Estive a bordo da lancha Mercúrio, (era o Mar.c.), foram dois anos bons apesar dos contratempos passados.
Adoraria rever o local aonde estive!
Dou-lhe os parabéns pelo blogue e não desanime.O pessoal agradece,
Um grande abraço de incentivo.
v.f.