domingo, 9 de maio de 2010

Deixem pescar= Com os meios necessários.

Deixem o pescador Escolher os meios de salvamento
Doze mil Coletes, os quais as multas os pagariam com juros

Sabe-se que os Coletes não são funcionáveis.
O Governo já encomendou 12 mil coletes, vai gastar muito dinheiro para não resolver nada.
    Indiferente  à sua utilidade, espera recuperar esse dinheiro do investimento em multas que posteriormente serão aplicadas aos pescadores. Porque esses mesmos coletes não perrmitem certos movimentos a esses mesmos pescadores. Os pescadores não concordam nem com o uso obrigatório do colete, nem com a multa que terão de pagar se o não fizerem.
   Existem soluções muito mais eficazes.
A solução mais eficaz é o uso de calças insufláveis, os pescadores apresentam um projecto.Trata-se de equipar os pescadores com fatos flutuadores e rádio-balizas pessoais que, em caso de naufrágio, localizam a vitima e mantêm-na a flutuar.
 O importante, "é prevenir a morte", que o acidente é muito difícil de prevenir.
O Mar, é como uma  Roleta Russa. É jogo de azar.
          I
Já fomos um país de naus
Um país de bravos marinheiros
Agora só temos uns carapaus
Uma cambada  de interesseiros
            II
 Pescador homem honrado
Que come e sempre comeu
Pão com suor amassado
Da sina, dum mar que é seu

Gente sofredora            
    "As familias vão aos cemitérios e encontram as campas sem os seus mortos.
     É muito duro conformar-nos com a morte, mas nunca com um desaparecimento".
     Este ano já morreram 13 pescadores, em média um de quinze em quinze dias.

2 comentários:

Anónimo disse...

Fala quem sabe, e assim sendo só resta apoiar e mandar um abraço, ao autor do escrito.
Virgilio Miranda

TINTINAINE disse...

Cada vez estás melhor nos versos Valdemar!
Força que a gente gosta!