segunda-feira, 30 de maio de 2011

" A minha Vida Parou ao ouvir Passos


As crianças portuguesas e a sua pobreza
riodouroniassa.blogspot.com
                                                              Eu estive lá em Penafiel.
Só se estando lá e se ouvindo, se pode opinar com verdade aquilo que em determinado momento nos é dado perceber. Como é possivel passados 37 anos ainda haver tanta demagogia.
Sempre tive o bichinho da política dentro de mim,  isso é um virus que não se consegue fácilmente extinguir.
Não tenho qualquer problema em estar presente em encontros de outros partidos, não é a primeira vez que me encontro em iniciativas organizadas pelo PS, PSD ou CDS, mesmo que não comungando da sua ideologia. Tenho aceitado convites de verdadeiros amigos.
Como também sou Ateu, e nem por isso deixo de acompanhar a minha mulher a Fátima e sinto-me feliz por isso, pois sei que estou a contribuir para que ela se sinta feliz.
Quando convidado por verdadeiros amigos que militam ou simpatizam com outros partidos não tenho problema algum em dizer sim.
Ontem mais uma vez aconteceu, convidei para me acompanharem dois amigos PSD´s, que desempenharam e desempenham cargos políticos nas hostes do PSD, sei que são meus amigos e Homens com um H muito grande.
Eles conhecem  as minhas convicções politícas e respeitam-nas, sendo eu eleito por elas, trabalhamos em conjunto com óptima colaboração.
Nunca misturamos as coisas. Inclusive brincamos com isso.
Ontem depois de ouvir uma peessoa por quem tenho uma grande admiração o Doutor Alberto Santos, claro que ouvi o cabeça de lista do PSD Porto e o Passos Coelho, se o segundo falou, falou e não disse nada aproveitável. Já liriou o segundo discurso e falou de um País que se ele for Primeiro Ministro vai ser um Oassis. Algum Coelho que ele terá na cartola...
Certamente por isso ele teve de passar tantas vezes a mão no Cabelo e quando acabou o discurso talvez com mais de uma hora, e apesar de o Rio Douro estar a mais de 20 klm de distância o Senhor Economista cada vez mais relativo estava todo molhado. Muita água.
Levou-me a concluír, que seria um crime horrendo contra o meu País, se optasse pela abstênção.
Não vou cometer  esse crime e Domingo lá estarei a juntar-me aos tais sete e tal por cento segundo as tendenciosas  Sondagens.
É irrealismo de mais para a minha camioneta.
E aptece-me relembrar o Canarinho.
E vocês acreditam....
N..Ã...O...
Que vão mentir ó Carvalho

5 comentários:

TINTINAINE disse...

O pessoal da troika já chegou hoje para lembrar aos próximos governantes, sejam eles quem forem, que não podem mijar para fora do penico.
Vai ser um governo de marionetes, por muito que eles andem para aí a dizer que vão fazer este mundo e o outro para pôr o país em ordem.
Fazem aquilo que lhe mandarem fazer e mais nada.

PÁSCOA disse...

Um Grande mentiroso, será sempre o melhor Político, os que mais têem mentido, e mais têem prometido já foram 1ºs Ministros, cabe-nos a nós no domingo ir-mos mudando até algum dia acertarmos, isto é como o totolôto, nunca sabemos o que nos vai calhar na rifa, durante a campanha são uma coisa e depois na realidade fazem como o camaleão, já não interessa a côr que vestiram em campanha, e o Zé que se F...!

Piko disse...

Percebo muito bem o meu conterrâneo Valdemar!... Por mais voltas que se dê a convicção não é a mesma e os dissabores mais que certos... Acreditar em quem não se conhece, mesmo com alguma obra por trás, que daria alguma credibilidade, deu no que deu, embora não houvesse qualquer erro da parte dos eleitores... Mas foi um aviso sério à navegação Valdemar! Quanto aos palradores do costume não vamos perder tempo de antena... Há dias ouvi o demagogo Mário Soares a afirmar que a Europa tem maus políticos a dirigi-la e citou os mais conhecidos... Passados alguns dias o mesmo "educador do povo" num comício pedia o voto para o Sócrates português... Andamos a brincar às casinhas ou quê?!... Um abraço Valdemar!

Anónimo disse...

Mesmo correndo o risco de ser preso, pois irei cometer o crime como lhe chamas de não ir votar, mesmo assim não vou lá.
Um abraço
Virgílio

edumanes disse...

O bom político é aquele,
Que os outros sabe ouvir
A educação faz parte dele
Mas não deixa de sentir?

Se melhor não é capaz,
Se para o fazer não sabe
Seu nome consta do cartaz
Mas no governo não cabe?

A política serve os mentirosos?
Desculpa Valdemar, não te quero ofender!
Não te enquadro, no rol dos manhosos
Os sinceros sempre irei defender!

Troca passos
Portas batem
todos eles incomodam
Bloquistas e comunistas
E Sócristas nada fazem.

Mas, votar eu irei,
Ainda, não sei em quem
Pela liberdade o farei
Infeliz é quem a não tem!

Um abraço
Eduardo.