domingo, 19 de dezembro de 2010

Desfile de Pais Natais Solidários em Cicloturismo = Festa de Natal na Associação de Alcoólicos Recuperados de Santa Maria da Feira


Os putos também praticavam boas acções.
                          no blogue
marinheirododouro.blogspot.com
A MINHA PRESTAÇÃO
Pais Natais Solidários
Sendo que todos os dias são especiais, quando estmos de bem com nós mesmos e começamos a partilhar com os que de nós precisam, tal como em outros tempos já poderemos ter precisado ou ainda precisaremos.
     Sabendo-se que é sempre muito o que recebemos para o pouco que damos.
Hoje vou estar presente num Evento, onde vamos desfilar Pais Natais Solidários.
 Este evento tem como fim único poder contribuír para que as familias mais necessitadas da Vila de Nogueira da Regedoura possam ter um Natal menos sofridos.
Cada participante contribuirá com um quilo de alimento.
Conclusões :- 
   Foi uma iniciativa com um resultado surpreendente pela positiva, sendo a primeira vez que se desenvolvia uma iniciativa do género, as pessoas disseram presente, e nem a chuva miúdinha que se fez sentir a partir das 14 horas, desmotivou as pessoas a estarem presentes. Os fatos na sua maioria comprados nas lojas dos Chineses, cumpriram a sua obrigação. Serviram para o evento. Para o ano se cá estiver-mos de novo, lá teremos de recorrer às lojas mais uma vez.
 Como se dizia na minha Aldeia. O que é barato,tem rato.
 Pelo preço não se poderia exigir melhor.
Natal na Associação de Doentes Alcoólicos Recuperados
  Não menos importante é a festa de Natal que a Associação de Doentes Alcoólicos vai organizar no seguimento de anos anteriores, onde aqueles que já se encontram recuperados, em fase de recuperação e ou mesmo os que ainda se encontram dependentes, todos juntos possamos contribuír para que este encontro sirva para fortalecer a unidada entre todos e se ganhe novas motivações, para que no próximo ano sejamos muitos mais os que nos orgulhamos de ter vencido uma dependência horrivel e desfrutar-mos de uma vida que nos orgulhemos dela e os nossos familiares se orgulhem de nós e sejam felizes e possam desfrutar de uma vida a que sempre deveriam ter direito, mas que pela nossa dependência, tal direitos a nós e a eles foram retirados.
Com ínicio um pouco atrazada como costuma ser da praxe, foram superadas as melhores espectativas, as cadeiras foram insunficientes e muitas pessoas tiveram de ficar de pé.
Várias centenas de pessoas assistiram à festa e sempre com as mãos bem quentes de apoiarem o que se vinha a exibir no palco.
  Os vários Núcleos da Associação exibiram-se de agrado de todos.
   Dois grupos que generosamente actuaram deram ao evento um calor que nem o próprio frio que esteve durante o dia o conseguiu arrefecer. No final foram distribuídas lembranças pelas crianças .
    Depois de mais de três horas de alegria e de boa disposição, lá nos dirigimos para os comes e bebes, que cada um tinha levado, e se tinham juntado a outras ofertas de  particulares.
    No final foi fácil perceber-se na alegria estampada no rosto dos presentes, que todos tinhamos dado o tempo por bem empregue.
     A vida é bela, basta que saibamos nós proporcionar-lhe condições para que possamos ser felizes, e desfrutar do que de bom ela nos pode oferecer.
        Posteriormente divulgarei as fotos dos dois eventos que atestarão tudo o que aqui fica dito.

2 comentários:

edumanes disse...

Bonito artigo digno de reflexão
Para ajudar, de quem ajuda precisa
Coma a festa de Natal, da associação
Bom Natal e parabéns a quem a organiza.

Valdemar disse...

A solariedade sempre foi uma das nobres virtudes do povo português que nos distinguem dos anglo-saxónicos.
Valdemar II