terça-feira, 26 de julho de 2011

Deveria ser Democracia Portuguesa.

Até seria uma coisa boa tal como estava idealizada, mas cedo lhe injectaram uma enorme doênça:
Desde muito Nova: que ela no nosso país começou a ser usada em proveito próprio de uns tantos.
Cedo, passou  a não servir para nada, não governar nada, não mandar em nada e tudo no que ela seria  fundamental, passou a depender de ordens provenientes vindas do exterior  (CE - BCE - Troika, Alemanha, Estados Unidos).
A única coisa que ela vai servindo em Portugal, é para manter a lábio dos políticos e seus comparsas.
Ao Zé dá-lhe o direito de poder falar livremente o que não acontecia no regime do ditatorial de Salazar e Caetano.

3 comentários:

António Querido disse...

A democracia, se alguma vez existiu, está doente em qualquer parte do Mundo até nos mais poderosos, a Alemanha não quer continuar a trabalhar para os malandros diz a Srª Merkel, na América a oposição diz a Obama que não irá receber mais um cheque em branco e atenção se não se entenderem podem abrir uma 2ª crise Mundial, agora começo a não ser tão optimista e a estremecer!

Fuzo Observador disse...

Como diz o Páscoa isto é geral, a diferênça entre Potugal e os outros Paises será só na quantidade de ladrões que por cá será maior, de resto os males são quase gerais.
Um abraço
Virgilio

edumanes disse...

Portugal dos pequeninos,
Outrora e hoje engraçados
Nos nossos tempos de meninos
Já eramos muito explorados.
Portugal dos Marinheiros
Para onde vais a caminhar
Entregues aos estrangeiros
Que nos vão desgraçar.
CE - BCE - TROIKA
ALEMANHA E ESTADOS UNIDOS
Prepararam-nos uma tramoia
Por causa disso estamos "f...dos"?