terça-feira, 5 de julho de 2011

Enforcamento = Com a Corda no Pescoço.


Eu estive lá = Colóquio - Cidadania e Incapacidade da Familia.
                            riodouroniassa.blogspot.com
Como se percebe que o governo tenha ído mendigar para a UE (União Europeia), se é que esta não lhe o impôs? Pedir dinheiro pagando juros altíssimos,e vá guardando as reservas de ouro no valor de 13 milhões de euros.
Berm clamava a minha Avó : - Que se vão os anéis mas que fiquem os dedos, ditado que aprendeu pela sabedoria popular.
Mas claro que estes ensinamentos só eram adquiridos por quem tinha uma vida de fome e sofrimento e que mesmo assim primava pela honradez.
Os nossos des/governantes na sua quase totalidade nascidos em berços de Ouro, não sabem nem percebem este significado.
Se o percebessem deveriam ter usado o dinheiro com a sua venda para amortizar as dívidas e assim reduzir os juros...
Mas os invés daquela mulher que, quando tem cabritos de leite, os esconde numa caixa é apenas saiem para virem à Cabra mamar...
A justificação dela ilustra sabedoria " Temos de ter as cabras e ovelhas ao pé de nós, senão roubam-nas.
Já com os cabritos: temos de ter muito cuidado.
"Apenas duas coisas são infínitas: o universo e a estupidez humana, e não estamos certos quanto à primeira.
"A demagogia é tão velha como a democracia"
Nisto estamos bem servidos.
Mas quem indiferente a tudo isso avança são as três empresas de rating americanas e  indiferentes aos 9 milhões de euros que cobram anualmente não esitem como a fez hoje a Moody´s em colocar Portugal como lixo e que será certamente seguida pelas outras duas.
É não chega o atirar poeira para os olhos, quando apressadamente procuram justificar, que eles não consideraram já os cortes no subsídio do Natal dos portugueses.

4 comentários:

TINTINAINE disse...

As Agências de Rating são a ferramenta dos especuladores. Deviam existir para informar o investidor menos avisado e evitar que corra riscos desnecessários, mas funcionam exactamente ao contrário, criam o pânico nos mercados para permitirem aos tubarões da alta finança a realização de negócios chorudos.
É um negócio de "judeus", os tais que crucificaram Jesus e ficaram por isso amaldiçoados para toda a eternidade. Azar o nosso que nos calharam em sorte.
É o mal de quem quer parecer rico sem ter posses para tanto e depois é obrigado a viver a crédito.

António Querido disse...

É engraçado, sem graça nenhuma, acabei de falar, desses tubarões no Blog do Virgílio, estamos muito perto dos seus dentes afiados, mas como disse, se Durão Barroso não adormecer à sombra da bananeira e mobilizar rapidamente a União Europeia, podem-lhe injectar uma dose de veneno e afastá-los do nosso caminho, se forem rápidos travar-lhes-ão estes ataques!

edumanes disse...

Do pouco que, ainda, temos,
Os mamões o resto querem mamar
Quando, mesmo, nada tivermos
Que mais nos irão tirar
Será que querem Portugal ocupar?
Isso não iremos permitir
Contra eles vamos lutar
Na esperança de o conseguir.

Um abraço
Eduardo.

Fuzo Observador disse...

Pois é Amigo Valdemar, parece que o ouro não pode ser vendido, pois é propriedade do Banco Central e não do Estado, o seu valor actual andará por doze mil milhões de Euros o que dava uma ajuda, na situação de penuria a que chegámos.
Uma braço
Virgilio