segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Chile = Mulheres de Mineiros descobrem não ser as Únicas



                                             História de Vida=  Link = alcool-basta.blogspot.com
CHILE = Mineiro= Mulher é Mato

E Depois só os Marinheiros é que tinham uma em cada Porto!!! 
Yonni Barrios, um dos 33 mineiros chilenos que há mais de um mês estão retidos na mina de São José, vai ter muito que explicar quando voltar à superfície. Até ao Natal - altura prevista para a conclusão das operações de resgate -, Barrios terá de pensar numa boa desculpa para dar à mulher, Marta Salinas, que descobriu não ser a única que espera ansiosamente pelo regresso do marido.
    No acampamento onde familiares e amigos dos mineiros estão reunidos, Marta encontrou uma outra mulher a rezar pelo bem-estar de Barrios. Susana Valenzuela afirmou ter uma relação com Yonni Barrios há já cinco anos.
  Mas este não é um caso isolado. De acordo com o Daily Telegraph, há pelo menos mais quatro homens que enfrentam problemas semelhantes.
    As compensações monetárias que vão ser dadas aos familiares dos homens enquanto estes estiverem retidos estão na origem destes casos. "Muitos destes homens têm filhos com várias mulheres, e todas elas vieram cá exigir a sua parte", revelou Marta Flores, funcionária da Cruz Vermelha, citada pelo diário britânico.
    O caso mais complicado é o de um mineiro que tem quatro mulheres a disputar as compensações que irão ser atribuídas: a primeira mulher, de quem nunca se divorciou, a actual companheira, a mãe de um filho que teve há vários anos e uma outra que afirma ser a sua actual namorada.
    As autoridades chilenas ponderam pedir aos 33 homens encurralados que façam uma lista das pessoas a quem pretendem que sejam atribuídos os fundos.



8 comentários:

Agostinho Teixeira Verde disse...

Designam estes casos da vida
Como fraquezas da pessoa humana
Ter uma namorada por dia
Juntar sete ao fim-de-semana

Gostar de ver quem se ama
Trinta dias em cada mês
Sete dias por semana
Em cada dia uma vez...

TINTINAINE disse...

Nestas coisas do amor
Por vezes um homem tropeça
Se descobrem é um terror
Cai-lhe o mundo na cabeça!

Valdemar disse...

Cá está um tema forte e apetitoso da marinhagem que tanto gostva.E não só. Se não aproveitasse da fama não se livrava. Assimtambém havia que tirar o proveito. Ai que saudades era tão boa esta fruta naqueles tempos. Agoar? Viver de Recordações e cada vez com maior dificuldade lá se vai arranjando alguma coisa para consumo caseiro. As máquinas também não ajudam e ainda vem do tempo que não havia Net.
Será que os outros também gostava de dar a facadita? Ai Nã que nã davam!!!

Valdemar disse...

Heranças do Sistema Inca.
Valdemar Alves

António Páscoa disse...

Sabem aquela: Três de cada vêz três!
Sete cada noite, e uma cada mês!
E ainda dizem que saem da mina, cansados de trabalhar!

Fuzo de agua doce disse...

Cá para mim, foram os próprios Mineiros que se esconderam lá no fundo da mina para fugir ás Mulheres, uma já dá um trabalhão, que farão duas ou três.
Um abraço
Virgílio

Piko disse...

É sempre a velha história destes humanos, mas que bem podiam ser os da Idade Média!...
Quando a triste notícia eclode pelos cantos da Terra, coitadinhos e é um aperto na garganta que quase sufoca... Ao fim de duas, três semanas, começa-se a derivar para questões laterais e até ao final a coisa promete ir muito mais longe!...
Agora começa-se a esventrar a vidinha daqueles que tiveram o grande azar de uma prisão efectiva e de que poderá levá-los à morte... Por este andar ainda podem vir a descobrir que algum dos 33 é um homossexual ou coisa parecida, ou que uma boa parte desconhecia que as suas mulheres lhes eram infiéis!...
É uma desgraça para não lhe chamar outra coisa!
Se houvesse uma verdadeira intenção de retirá-los com vida e em tempo record, em vez de derivarem para fait-divers...
E é quanto me apetece dizer...
PIKÓ

eduardo maria nunes disse...

São estes acontecimentos
Quando desgraças acontecem
Com so descubrimentos
Todos o apoio merecem

São os filhos dos mineiros
Que todo o apoio merecem
Pelas amantes passageiros
Mas os filhos não esquecem

As mulheres oportunistas
Com tudo ou nada a perder
Simplesmente vigaristas
Com habilidade para vencer

Em terra boa semear
Para boa semente colher
Para a humanidade não acabar
Neste mundo sempre acrescer

Os mineiros lá no fundo
Sem a luz do sol verem
É a miséria deste mundo
Para muitos enriquecerem