quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Esta Nossa Ministra é mesmo exigente no Português


O PIQUENIQUE DA MINISTRA.
"Enfim" ... Çinal dos Tempos.
Esta foi graças az novas opertnidades....
     A Ministra da Educação foi convidada para participar num piquenique em sua honra, oferecido pelos alunos que passaram o 9º ano.
     Quando chegou ao local, estranhou ver um monte enorme de sacos cheios de um´pó branco. Dirigiu-se ao rapaz que estava a preparar o churrasco e perguntou:
      - O que é que está dentro daqueles sacos?
       - É Cal Senhora Ministra.
       - Cal? Mas para quê ?
           Eu também não percebi, mas as ordens que recebi foi de comprar 102 sacos de cal.
           Intrigada, a Ministra dirigiu-se ao responsável pelo piquenique ( um antigo seu aluno que conseguiu evoluir tirando uma especialização no progarama de novas oportunidades) e perguntou-lhe o que é que pretendia fazer com tanta cal. Esse seu antigo aluno espantadíssimo, comentou que não tinha encomendado cal nenhuma. Foram os dois ter com o rapaz que fizera as encomendas para esclarecerem o assunto.
     - Olha lá, quem é que te mandou comprar estes sacos de cal?
      - Foste tu pá! Agora não te embras? Ainda tenho aqui o papel que escreveste.
      E exibiu a lista enorme de compras que lhe tinha sido dada.
      O antigo aluno mirou, tornou a mirar e disse:
      - Eh pá... Mas tu és mesmo Burro. Não vês que me esqueci de por a cedilha? O que eu queria dizer era Çal ! E não era 102 sacos mas sim 1 ô 2 !!!!
          Nota:
                   Esta fez-me lembrar quando em tepos ídos nomearam uma Capelão para Ministro da Armada e ele ao lêr numa requesição do Exército milhares de fardos de Palha copiou a factura. Só que a Infantaria do Exército tinha Soldados e os Cavalos a Marinha tinha  Marinheiros  e barcos.
     Tão mal tratam a Cultura.   

2 comentários:

eduardo maria nunes disse...

Ao emendar um erro escreve com outro erro. Realmente, muito mal tratam a cultura. Então cada um escreve como sabe e aprendeu.
Ao ler o texto: É curioso, um subchefe da Polícia de Segurança Pública, a comandar o posto numa determinada localidade, em Angola, fez seguir para o Conselho Administrativo, do Comando a que pertencia, uma requisição, na qual solicitava o envio de seis camas e seis enxergas de ferro!...

Fuzo de agua doce disse...

Isto já são consequências do tal acordo ortográfico, muitas mais confusões vão com certeza acontecer, embora esta me cheira a brincadeira, poderá no futuro haver erros graves, digo isto não porque seja entendido em letras, mas porque tenho visto umas telenovelas Brasileiras, e o Português do Brasil tem bastantes diferenças.
Um abraço
Virgílio