quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Metangula/Moçambique = Filho Procura saber Notícias do Pai = Um Marinheiro

Apelo a todos que divulguem esta Mensagem. O meu Grato Reconhecimento. Valdemar Marinheiro.
                       Caro Amigo,
    Meu nome é Arianna Fogelman. Eu sou um estudante dos Estados Unidos.
     Eu estou pesquisando para minha tese doutoral em Metangula, Moçambique.
Encontrei o seu blog Moçambique Amor e Paixão na Internet.
    Durante minha pesquisa, eu encontrei um homem de nome Paulo José Adelino. Que  está muito interessado em saber se seu pai está ainda vivo.
    De  facto, disse que grita muito frequentemente, não sabendo o destino de seu pai.
      O pai de Paulo era um dos marinheiros navais em Metangula. Seu nome é José Adelino, e estava no navio 404, o " chipa." Seu número de caixa postal era 12.
     Encontrou uma mulher nomeada Graca Joao Amanze e genou um  filho que fosse nascido em 1970.
     Jose deixou Metangula em 1971.
     Paulo perguntou que eu tento usar o Internet para encontrar se seu pai está vivo. Se você tem alguma informação, emita-a por favor a
Paulo igualmente perguntou que eu emito a Jose seu  número de telefone: 258 82 82 80 359.
 Pergunta que seu pai o chama se está vivo.
  Eu sei que muitos marinheiros navais genaram crianças em Metangula. Se há qualquer um mais que eu posso ajudar a contactar com suas crianças ou amigos em Moçambique, eu farei o melhor que eu posso entregar suas   mensagens ou contatar detalhes a elas. Eu estarei em Metangula até Abril 2011.
 Muito obrigado,
        Arianna Fogelman.
Informação:
                    Querida Amiga permita antes do mais que a felicite pelo seu empenhamento nesta causa. Aproveito para lhe desejar as as maiores felicidades do Mundo abrangentes a todas essas Gentes.
    Quando se banhar nas águas do nosso Lago deia um braçada por mim.
     No que respeita à informação que muiosmarinheiros seriam Pais de crianças geradas por mulheres da População, muito sinceramente e corresponde à verdade, porque conheço e estava aí, salvo um ou outro caso, serão mesmo muitissimos poucos.
   Como a informei por E. Mail aqui está a divulgação no Blogue e vou distribuir o E-Mail que me enviou por todos os meus contactos de Ex-Combatentes aí em Metangula, Marinheiros e Amigos do Exército.
      Receba de mim os mais sinceros e respeitosos comprimentos.

4 comentários:

TINTINAINE disse...

É sabido que ficaram por lá muitos filhos de pai incógnito, mas não creio que alguém vá dar um passo em frente para reconhecer os filhos agora!

António Páscoa disse...

Isto agora, depois de tantos anos será bastante difícil! Mas acrescento, se acontecesse comigo corria a fazer o teste de paternidade, se desse positivo,não pensaria duas veses, e o abraço seria bastante sentido!

eduardo maria nunes disse...

Penso que não deixei nenhum rebento em Moçambique, nem em Angola aonde estive sete anos. Quatro dos quais solteiro. tive relações sexuais com algumas mulheres. Mais de um ano com a mesma e com toda a sinceridade lhe disse se ficares grávida eu nunca irei abandonar essa criança, no entanto, isso não aconteceu.
Estou de acordo com o amigo António Páscoa e com o amigo Carlos também, pois é verdade já passaram muitos anos, e agora será tarde demais?

Anónimo disse...

I have never seen better than this site.