sexta-feira, 18 de março de 2011

Ó Ti Zé Atã a Coisa nã Carrila?

O Ti Zé Amolador - Anedota alentejana...




Ti Zé Amolador, homem de Beja já com 89 anos, de bengalinha de cabo de bronze aparecia nas conversas de má língua no bancos do Jardim de Beja, junto ao Coreto, e logo às 9 horas, quando o portão se abria.  Ali a velhada aparecia para ouvir cantar a passarada, falar dos verdadeiros e falsos engates do passado, discutir os problemas mundiais e até dizer mal do Governo, coisa que sabiam bem fazer......
Um dia o Ti Zé deixou de aparecer e ninguém sabia o que lhe tinha acontecido! Nas páginas do Diário do Alentejo a fotografia não vinha, era sinal que estava vivo. Mas pra onde fora o compadre?
Passados que foram uns 30 dias lá apareceu, arrastando a bengalinha e com ar lavado de boa disposição...
- C'âconteceu a vomecê que esteve tanto tempo sem apareceri?
- Estive na Pensão do Maragata, que é a prisão de Beja  como vomecês bem sabem...
- Na Cadeia? Por que motivo?
- Nâ foi de passeio, nâ senhor, foi memo no xelindró, lá dentro na masmorra, fechado com aquelas grandes chavonas, se calhar com medo que eu fugisse...
- Vomecês conhecem a Maria Catarina, aquela loiraça boazona comó milho, da padaria que eu vou de vez em quando comprar um panito?
- Claro que conheço, disse um deles - atão até tenho a vista deste lado mais cansada de tanto olhar prás pernas da gaja... então e daí?
- Bem, atão ná é que a magana foi à Polícia e denunciou-me por lhe ter saltado prá espinha, com as modernices d'agora dizem que é violação sexual ?
...e eu, cá com meus 89 anitos, fui ao Tribunal com dois GNRs e lá eu disse muito contente que era CULPADO!
-Atão ná é que a porra do Juiz me condenou a 30 dias de cana por FALSO TESTEMUNHO ?

4 comentários:

edumanes disse...

Esta anedota só poderia ter acontecido a um alentejano? Não sei mas tenho as minhas dúvidas, que o compadre com 89 anitos como ele diz, ser capaz de violar a loiraça?
Pelos vistos foi por olhar para as pernas dela. Nada mais aconteceu entre o compadre e a loiraça "bonitona", e como mentiu em tribunal foi condenado!

Bom fim de semana
Um abraço
Eduardo.

António Querido disse...

Olá Compadri aí do Douro!
Gostei da anedota, mas como tenho quase a idade do nosso Compadri Alentejano, para conseguir lêr tudo tive que meter uma lupa, já viste, letras azuis, em cima do azulão da direita, que tal está a muenga aí Compadri!

edumanes disse...

Amigo e compadri Antóino, assim dizia eu quando ainda era um "puto de tenra idade", e vivia lá no Alentejo onde nasci.
A data do teu aniversário aproxima-se. Quero ver se não me esqueço de te dar os barabéns.
Bom fim de semana
Um abraço
Eduardo.

António Querido disse...

Bom dia Compadri Eduardo, como o último fim de semana andei em passeio pela zona de Alter do chão, ainda estou com meio sotaque na cabeça, e acho engraçado, se te esqueceres do meu aniversário, não há problema, passas por aqui,dás-me um abraço, e comemoramos, OK?
Um Abração, bom fim de semana!