segunda-feira, 4 de abril de 2011

Destruíram tudo sem criarem nada.


TUDO NA VIDA TEM UM VALOR...MORALIDADE
gadata2011.blogspot.com
Os falsos profetas.
Destruíram a agricultura, as pescas, a industria, o pequeno e o médio comercio, a construção civil.....
Parece que nada mais há para destruit!
O povo é que está pagando a factura de empréstimos de dinheiros mal geridos, que em vez de serem aplicados no desenvolvimento do País fforam  aplicados em salários milionários de gestores e governantes que nada geriram e todos eles agora com as suas reformas multimilionárias nos entram diáriamente porta dentro fazendo a apologia de poupadinhos.
Sim esses mesmos ditos senhores, que estão nos pelouros há mais de três decadas.
Até para justificar o injustificável e de acordo com o resumo feito pelo DN, para o Wall Street Journal " o fraco crescimento da economia portuguesa resultaria  de " apenas 28% da população entre os 25 e 64 anos (completar)  o ensino Secundário. Mas o artigo devia interrogar-se porque motivo a mão de obra não qualificada portuguesa  contribui tanto para o crescimento da economia dos países para onde emigra e não da portuguesa. Também não lhe falaram que em Portugal existem poucos empresários a maior parte " Estadodependente", e muitos patrões, nem lhe terá falado da cultura empresarial dominante por estas latitudes: a do  tráfico partidário de influências e dos ajustes por baixo da mesa. Também que lhe não forneceu as estatísticas da qualificação dos trabalhadores ter-lhe-á omitido que, segundo dados do INE, 74,1 % dos patrões portugueses só têm o ensino Básico, ou nem isso, e apenas 13,9 e 12 % possuem formação secundária ou superior (contra 15,2 e 14,5% dos trabalhadores). 

2 comentários:

Agostinho Teixeira Verde disse...

Destruíram o coração dos pobres
Também a ética e a moral
Esta geração de sujos odres
Não tem amor a Portugal...

edumanes disse...

Tudo isso são verdades
Que acabas de dizer
Porque fazem disparates
Eles querem lá saber.

Se não é preciso aprender
E do ensino não faz parte
Para os diplomas receber
Basta ter alguma arte.