quinta-feira, 29 de abril de 2010

Moçambique-Austrália e Portugal

Valdemares = Metangula- Moçambique = Recordar é viver duas vezes 

Recordar é viver duas vezes.
    
Armando Guebuza Presidente Moçambicano Visita Portugal durante 2 dias.
 Isto é a prova cabal de que o tempo que por lá andamos e a forma como nos soubemos comportar leva a que os  governantes Moçambicanos também nutram pelo nós o mesmo carinho e amor por Portugal e pelos Portugueses o mesmo que nós sentimos pelo nosso Moçambique " digo nosso porque o temos no coração e isso nada nem ninguém nos pode tirar enquanto nos for dado viver.
    Tem como objectivo consolidar e desenvolver as relacções entre os dois países a nivel politíco e empresarial.
     Acompanham o Presidente vários Ministros e 70 empresários de várias áreas.
     Irá colocar uma coroa de Flores no Túmulo de Camões.
     É importantissimo ver assumir-se posturas destas. Bem haja Presidente Guebuza.  

Recebe aí na Austrália um abraço patriótico do nosso Portugal País de Marinheiros, armada a que nos honramos de ter servido,
Um exemplo vindo da Austrália
Assenta que nem uma luva a muitos portugueses
Milionário deixa 60 cêntimos às Filhas.

    É a história do momento na Austrália, onde uma Socialite, que  morreu o ano passado com 81 anos, deixou de herança às suas três filhas a modesta quantia de 60 cêntimos . O "resto" da fortuna foi doada a uma obra de caridade católica.
    Valmai Roche, herdeira do Grupo Roche, uma das maiores empresas da Austrália, morreu sózinha num lar da terceira idade, acxusando sempre as filhas e o ex-marido de não quererem saber dela.
     As filhas levaram o caso ao Supremo Tribunal, onde contestam a sanidade mental da matriarca e exigem herdar a fortuna.
     Apenas uma delas, Fiona, teve direito a mais de 60 cêntimos: herdou também a sua secretária de estilo Francês, conforme ficou explicito no testamento.
     Apesar da fortuna de Valmai ter ido para a obra de caridade, as filhas principalmente Fiona, ainda estão à frente dois negócios das familia.
Ainda assim exigem dividir entre ela o património monetário, imobiliário e até as jóias, tudo bens que Valmai deixou nas mãos de desconhecidos.

Nota:
       Se muitos outros que se encontram totalmente abandonados tal como esta Senhora, lhes seguissem o exemplo, os procedimentos passariam a ser diferentes e não teriamos de sofrer no nosso dia a dia, a ver pessoas que foram para nós uma referência e como tal nos são queridas, hoje totalmente abandonadas depois de doarem os seus haveres a filhos, ou familiares directos.
   O empenhamento para que os nossos progenitores tenham um final de vida digno deverá ser um minímo exigivel.

   

6 comentários:

TINTINAINE disse...

Há tempos que não comento nada dos teus escritos, oh filho da escola!
Mas hoje ao ver aqui a tal piscina onde a gente refrescava o físico encalorado, não resisti.
Os teus assuntos nunca se esgotam, não é?
Um abraço

lmdoliveira disse...

Este teu blog tem o condão de me fazer recordar os bons momentos que passei em Metangula e olha que não foram muitos, os maus superam de longe os primeiros. Hoje vou colocar também uma foto dessa altura, assim tipo, não és mais que eu. ééééééé
Saúde aos filhos da escola

Valdemar disse...

Como raio foste descobrir esta notícia?!... Aqui fez um furor que não te imaginas e vai exactamente ao encontro de um comentário que fiz num dos teus recentes postes referente ao tratamento dos velhotes neste país... A nossa piscina em Metangula vê-se linda... Valdemar um abraço.
Valdemar Alves

Valdemar disse...

Como podem vêr no momento presente, está dentro de nossa casa num computa de 36cmX26cm que é a medida do que estou a trabalhar, o Mundo, razão pela qual os bons ou maus exemplos não tem distâncias.
Aqui a Imprensa Diária o Jornal 24 horas divulgou a notícia.
Vsldemar se depois souberes com vai acabar esta cena, informa o pessoal.
Obrigado pela Piscina. Que pode servir para imaginar que cheia de água, muitos deviam lá mergulhar e lavar as mentes .
Tal como nós ficavam de mentes limpas.
Respondendo ao Oliveira, o importante foram os bons momentos que lá passamos, os maus para acordar as mentes adormecidas que houve uma guerra.
Metangula/Lago e Moçambique no seu todo não esquecendo a Maravilhosa Ilha de Moçambique, dá-nos estas coisas únicas, de nos encontrar diáriamente e nos sentir mobilizado por um período de tempo onde passamos `ha mais de quatro decadas.
Valdemar vamos ser justos e agradecer ao Tintinaine o esforço da pá e pica para que tivessemos podido desfrutar da Piscina, do Campo de Futebol e da Pista de Aviação.
Sem abusar da bondade do Leiria, vamos agraciá-lo a ele e a todos os camaradas da CFZ2 que lá trabalharam uma moção honrosa, contendo nela o nosso apreço pelo que nos legaram.
A uns e outros um Abraço Pisciníco de Metangula.

Anónimo disse...

Que a acção desta Senhora Australiana servisse de exemplo, pois hoje o pão nosso de cada dia é os velhotes serem descartados como se fossem um qualquer objecto de usar e deitar fora
Um abraço
Virgilio Miranda

Agostinho Teixeira Verde disse...

Como diz o velho ditado
Quem não trabalha não manduca
Com esse proceder errado
Que vão mamar numa burra!