sábado, 2 de outubro de 2010

Convivio de Pombal e 34 anos de Casado = 3 do 10 de 1976 a 3 do 10 de 2010

Tive um Galo do Caneco . História de uma Galo Marinheiro que morreu afogado
Morreu com honra. Infelizmente não conseguiu aprender a nadar 
Uma História brilhante a ser desenvolvida em próximos capitulos. O Niassa em Pombal, trazido por Marinheiros.
34 anos de enlace matrimonial. Eu Valdemar e a minha Ninfa/Sereia = 3 de Outubro de 1976 a 3 de Outubro 2010
Daqui a pouco entrará o dia 3 e como tal o dia em que à 34 anos eu e a minha Ninfa/Sereia assinamos um compromisso que vai perdurando e que apesar de já ser um casamento em desuso no tempo, continuo com alicerçado para que se vá prolongando e até reforçando com forte elo de concordância mútua para se manter tempo fora.
Ao que parece promete durar.
                Convivio de Marinheiros em Pombal.
Há amigos do tempo de escola, de trabalho da Universidade e da Marinha 
   Há Amigos eternos e outros que são de ferro.  
Não queria nem podia deixar passar de hoje para dizer com toda a verdade que foi um dia vivido com intensidade e com enorme alegria.
  Foi contagiante o ambiente vivdo por todos os convivas.
  Impressionante como no meu caso que à excepção de meia dúzia de pessoas que conhecia fui recebido por todos os camaradas Marinheiros e Familias como desde que entramos para a Armada nos conhecessemos.
  Ali apenas e só uma distinção:- A Pátria e a honra de ser Português, quando: - Tal como nos tempos de briosa cantamos o Hino Nacional e a unidade que transmite a todos nós a honra de termos servido a nossa querida Armada.
 Voltarei ao assunto, mas por hoje não me quero alongar mais neste comentário, apenas e só que me sinto imensamente honrado por ter sido convidado a participar e reforçar que felizmente em boa hora aceitei o convite.
   Foi uma honra.
   Em muitas conversas o Niassa/Metangula e Cobué estiveram presentes e novas e maravilhosas histórias foram contadas.
 Um dia inesquecivel.

11 comentários:

Valdemar disse...

Uma delícia lêr isto... Só por quem passou nessa casa chamada ARMADA sabe e sente!... Nos dias que correm 34 anos de casado é obra... Os meus parabéns!
Valdemar Alves

eduardo maria nunes disse...

Essa dos amigos de ferro é bou e, muito bem pensada. Pelo que, aqui, acabei de ler. O vosso convívio, de ontem, correu em ambiente saudável de certa forma emocionante. Não estiveram presentes os ditos amigos de ferro?
Para o casal Vardemar que, hoje, está a comemorar o seu trigésimo quarto aniversário de seu casamento, os meus mais sinceros parabéns, e que este dia se repita por muitos, longos e felizes anos. Um abraço Eduardo.

Geadas disse...

Parabéns, Valdemar pelos 34 anos de casado enquanto eu fico-me com 33,5. Também recordo com imensa saudade os tempos passados no paraíso do Niassa.

Geadas disse...

Porque ainda não domino muito bem estas tecnologias, o comentário vai em dois. Um grande abraço de parabéns para o casal e que continuem sempre a vida com espírito lutador. Um abraço, António Godinho.

Piko disse...

Pois é Valdemar as actividades não param!...
Andas numa "roda viva"! Repara:- No dia 1 no Auditório da Junta de Nogueira foi aquele programa que nós os dois vivemos; Dia 2 rumaste a Pombal e não é difícil imaginar as novas e diferentes emoções que aí viveste; Dia 3 um novo programa, agora familiar e outras novas emoções...
Bem, com esta pedalada aos 67 anos não é para qualquer marinheiro, se bem que os conheci lá no Douro com perto de 90 anos! Depois da vida difícil que tiveram...
É uma honra para mim ter um amigo como o Valdemar e as razões são diversas mas que não vou aqui revelar! Direi apenas - abrindo um pouco o livro - que somos da mesma região, vivemos idênticos momentos, uns mais felizes que outros e que nunca nos retiraram a alegria de cá estar e ir em frente, tendo sempre o cuidado de nunca prejudicar o outro - branco, negro ou mestiço - dentro do nosso pequeno território, mas ainda em qualquer ponto do Globo...
Quando as amizades assentam em valores destes e não nos valores materiais, tanto na moda nos tempos actuais, com certeza estaremos muito mais perto do mundo ideal, sabendo que é utopico, mas que irradia um profundo bem estar, que, naturalmente, deverá ser partilhado, com quem pensa como nós, mas não tendo qualquer receio do "confronto" com quem preferiu escolher outros campos e que usa diferentes argumentos.
«Quem não deve não teme», é este um dos princípios que fará o Valdemar ir em frente e que tem a minha concordância total!
Um abraço fraterno e leal!
Augusto Silva

Piko disse...

Agora gostaria de poder contactar o nosso amigo GEADAS que pelos vistos viverá em Ovar!
A Net é assim! Dá-nos estas boas possibilidades de conhecer novos amigos e reencontrar aqueles que já julgávamos "perdidos"!
Amigo GEADAS o meu contacto telefónico aqui fica: Tel. 256598324
Será um prazer conhecer melhor quem afinal já me conhecerá!
Augusto Silva

A. PÁSCOA disse...

A grande parte dos filhos da escola, já tinham estado comigo no 1º encontro da CF8 na GAFANHA, ontem em POMBAL juntaram-se outros que há 44 anos não via,tive o prazer de os poder abraçar, foi emocionante para mim em particular, o momento em que abracei dois GRANDES SENHORES porque notei neles a grandesa do ser humano, a amisade sincera em cada palavra que me dirigiram, refiro-me a ti VALDEMAR e a ti ARTUR (LEIRIA)contem comigo como amigo até ao resto dos meus dias! Pessoas maravilhosas como vós eu não quero perder jamais!
Os meus parabéns ao VALDEMAR e à Esposa pelos 34 aninhos de AMOR!

Agostinho Teixeira Verde disse...

Cheguei doente com uma enorme gripe.
Apesar disso, no meu coração irradiava a imensa alegria que só os convívios conseguem transmitir aqueles que se deixam apaixonar pela amizade dos velhos tempos.

Que o vosso 34º Aniversário de casamento seja um marco histórico do vosso amor e duma família unida neste paraíso terrestre. Que os laços que vos unem continuem inquebráveis.
Um abraço de parabéns.

Esperança/Agostinho

TINTINAINE disse...

O Verde chegou gripado... eu cheguei cansado e mal liguei o computador quis ver se era capaz de lidar com o DVD que me entregaste. Não correu muito bem e perdi horas a dar voltas à cabeça procurando uma solução. Depois veio o Benfica e acabou-se o dia 3, aquele em que festejas o teu 34º ano de casado.
Só agora vi a tua mensagem e te posso dar os parabéns. Vão com algum atraso, mas sei que os receberás de coração aberto.
Um abraço!

eduardo maria nunes disse...

Deste voltas à cabeça
A pensar no teu Benfica
Quando, boa notícia, aconteça
Sempre que o trabalho justifica

A Àguia a chilrear vai voando
Na esperança de encontrar
O leão, mandrião, está ficando
E a Águia quer vitória alcançar

Fuzo de agua doce disse...

ó Amigo Valdemar, esta estava-me a escapar, só agora reparei nesta mensagem, e quero sinceramente dar-te os parabéns, pela passagem de mais um aniversário do teu casamento.
Um abraço
Virgílio