terça-feira, 19 de outubro de 2010

A Crise com o IRS


O empregado chega a casa, vira-se para a mulher e diz:

- Querida, recebi uma Notificação do Inspector das Finanças a respeito do atraso da entrega da declaração
  do IRS!
- Achas que devo comparecer na Repartição de jeans ou de fato e gravata?

- Bem, querido... Digo-te a mesma coisa que a minha mãe me disse quando lhe perguntei se, na noite das nossas núpcias, eu devia usar uma cuequinha de rendas ou uma cuequinha de seda!
- E o que foi que a tua mãe te disse?
- Tanto faz. Ele vai-te foder na mesma!
É que estes fazem isso mesmo e faz doer.
Mas o povo pá é de brande costumes e gosta  de ser fodido.
Nem sempre se ganha quando se luta. Mas perde-se sempre quando se não luta. 

3 comentários:

Agostinho Teixeira Verde disse...

Por muito que ele se queixe
O povo vive demais iludido
Mesmo que a gente não deixe
Acabará sempre comido...

António Páscoa disse...

Esta é a nova ortografia à Portuguesa, que eles merecem,vamos continuar a enfiar-lhe o cacetete em tudo o que é sítio, até lhes fazer doer! Que raiva!!!!!!

eduardo maria nunes disse...

De uma ou de outra maneira
O Governo anda o povo a tramar
Depois de tanta asneira
Muitos, ainda, vão acreditar.

De um para o outro lado
Já não sabe o que fazer
Anda de tal modo desnorteado
Que mais não consegue resolver.

Está o povo a ofender
Também não sabe governar
Com a miséria a crescer
Não se sabe quando irá parar.