sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Fossem eles Patriotas e honestos.



ORÇAMENTO DE ESTADO
    Todos os nossos governantes falam em cortes das despesas, mas não dizem quais, e aumentos de impostos, a pagar pela malta.
Nunca ouvi nenhum governante ou Políticos a falar em :
   . Redução dos deputados da Assembleia da República e seus gabinetes, profissionalizá-los como no estrangeiro.
   . Reforma das mordomias na Assembleia da República como, almoços com digestivos a € 1,50.
     Acabar com os milhares de Institutos que não servem para nada e tem funcionários e administradores com 2º ou 3º emprego.
   . Acabar com as empresas Municipais, com Administradores de milhares de euros mês e que não servem para nada.
   Redução drástica das Câmaras Municipais, Assembleias, etc.
 . Redução drástica das Juntas de Freguesia.
    Acabar com o pagamento de € 200 por presença de cada pessoa nas reuniões das Câmaras e € 75 nas Juntas de Freguesia.
Acabar com o Financiamento aos Partidos
  . Acabar com a distribuição de carros a Presidentes, Assessores, etc, das Câmaras, Juntas, etc que se deslocam em uso particular pelo País. No estrangeiro isto não acontece.
 . Acabar com os motoristas particulares 20 h/dia.
  Acabar com a renovação sistemática de frotas de carros.
 Colocar chapas de identificação em todos os carros do Estado.
. Acabar com o vaivém semanal dos deputados dos Açores e Madeira e, respectivas estadias em Lisboa em hotéis cinco estrelas.
. Controlar o pessoal da Função Pública que nunca está no local de trabalho e que faz trabalhos nesse tempo, para o Estado.
. Acabar com os milhares de pareceres jurídicos, caríssimos.
. Acabar com as várias reformas por pessoa, do pessoal do Estado.
. Pedir o pagamento dos milhões dos empréstimos dos contribuintes ao BPN e BPP.
Por aí fora:- Recuperamos depressa a nossa posição
 Já estou cansado, fica assim.
Conta a mais  pessoas. Isto não pode parar. Nós contribuintes pagamos tudo. Não temos culpa.







2 comentários:

António Páscoa disse...

Aqui estão muitas das cláusulas essenciais que deviam constar no orçamento de Estado para 2011, seriam sem dúvida as mais correctas,e assim as classes média e média baixa que estão a pagar os erros dos outros, aplaudiriam aí sim a coragem do governo, mas pelo contrário o governo com a apresentação deste orçamento mostra falta de coragem para tocar nos mais poderosos,que nos estão a sugar os nossos impostos e a meter-nos num estado que nos leva para o hospital ou ao suicídio!
E para recuperar-mos a nossa posição, não quero ser pessimista,mas será uma péssima herança para os nossos netos!

Um abraço

eduardo maria nunes disse...

Disse ministro das finanças, todos os orçamentos são importantes, mas este orçamento é o mais importante dos últimos 25 anos.
Para dizer o que disse seria melhor ter estado calado, porque este é o orçamento que mais penaliza aqueles que menos ganham.
Estamos entregues a um governo, que diz ser o melhor de todos, quando é de todos o pior, pós 25 de Abril.
Com ou sem orçamento, as classes mais desfavorecidas já não têm mais a perder. Portanto, gostaria que todos os partidos com representação parlamentar votassem contra este orçamento.