quinta-feira, 25 de novembro de 2010

marinheirododouro@blogspot.com e Chamem a Polícia!!!

Um novo Visual 
PESCADOR MARINHEIRO DO DOURO =  marinheirododouro@blogspot.com
 
MAIS PALAVRAS PARA QUÊ!!!
    Mais uma vez o Bloco Centralão se uniu e os Deputados do PS, com a abstenção como convém do PSD, aprovaam uma importantíssima "alteração em defesa dos seus interesses", a alteração do Orçamento do Estado.
Ora vejam só:
    As empresas públicas, locais, regionais e nacionais, que, com poucas excepções, estão endividadas,  (se derem lucro são vendidas ao privado), ao local mais recondito e apresentam todos os anos prejuizos vergonhosos, ficam isentas de cortes salarias aplicadas aos funcionários públicos do Estado.
Percebe-se porquê...    
É neste infinito universo que estão sediados os apaniguados, os boys, as Girls, os amantes de ambos os sexos, amigos presentes e companhia alinhada do Bloco Central.
    Já não vale a pena  falar em pouca vergonha e clamar de indignação.
   Já pouco valerá falar em moral com esta gente, ética e outras coisas mais.
   Também não valerá a pena chamar o F.M.I:
   Isto é e só um caso de Polícia.
   CHAMEMOS  A POLÍCIA.

4 comentários:

eduardo maria nunes disse...

Será melhor a Polícia não chamar!
Porque filhos de muitas mães lá hà,
para nos Tribunais, aos Juízes apresentar
Fica tudo na mesma e a vigarice continuará

Chamar quem possa da doença tratar
nosso país se encontra muito doente,
com tantos doentes para internar
Efeitos de suas doenças,só o povo sente

À política se arreigaram
estes marmanjos de agora.
Sempre o povo tramaram,
e ninguém os manda embora.

Fuzo de agua doce disse...

aí estão eles, com todo o seu esplendor, caiu a máscara ao Partido da «oposição» que muito provavelmente irá suceder no Governo ao actual, o P.S. propõe que as tais Empresas Publicas não sejam abrangidas pelos cortes nos salários, (claro que os «muchachos» não podiam ser abrangidos pelo pacote dos restantes Funcionários Publicos)e o P.S.D. com a sua abstenção deixa passar a farsa.
Mais palavras para quê? é o presente e o futuro, que temos que amargar.
Um abraço
Virgílio

TINTINAINE disse...

Ouvi hoje o Rui Rio manifestar o seu desacordo com as medidas decretadas (ou aprovadas) pela AR aqui referidas pelo Virgílio. O homem estava furioso com esta medida e eu concordo com ele em absoluto.
É uma verdadeira hipocrisia dos "tachistas" que nos (des)governam.

António Páscoa disse...

É a primeira vez que vou votar em branco, porque já não vejo caminho possível para onde me virar!
E chamar a Polícia não resolve, porque eles vão ter progressão na carreira e não vão ter cortes salariais, portanto eu iria preso por desobediência!