segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Não fosse o Futebol e o fim de Semana seria igual a tantos Outros!!!

Jornal Correio da Manhã
Com o Correio da Manhã a noticiar que o " lóbi das farmácias" terá conseguido, com os préstimos de um vice-presidente da bancada do PS e mais pessoas ligadas ao partido, que "o Governo alterasse a lei da concessão das farmácias hospitalares" à merdida d das conveniências da ANF."
Jornal o "Sol"
Deu conta de que o MP investiga suspeitas de pagamento de seis milhões " a quatro decisores políticos" para que a concessão da SCUT do grande Porto tenha ido parar às mãos da Mota Engil (empresa onde avultam, em lugares de topo, vários ex-governantes do PS e PSD). Apesar, de segundo a agência LUSA, todos os anos 600 portugueses mudarem de nome, os nomes envolvidos em casos destes pouco mudam.
Jornal Expresso
Revela que as "escolas abrem ao fim-de-semana para matar a fome aos alunos".
Jornal o Público
Que milhares de pessoas  que "tinham emprego, férias, acesso à Net e TV por cabo" comem hoje na "sopa dos pobres" e recorrem à AMI, Caritas e Misericórdias pedindo "comida, ajuda para pagar os livros dos filhos, a mensalidade da casa, a conta da farmácia." Pedem sobretudo, que não lhes divulguem o nome, porque nunca se imaginaram" a estender a mão à caridade.
Meu país desgraçado!/ E, no entanto, há Sol em cada canto" como disse Sebastião da Gama em tempos igulmente sombrios. E, como estes, presididos por deuses sombrios.
 Obs. = Nem em Espanha a presença do Papa e os milhões de euros  gastos por ele e sua comitiva numa visita no mínimo discutível quanto aos seus préstimos e num país em de crise profunda.
Provado que a visita do Governo Chinês que irá continuar a ter interesses para os Privilegiados.
A monotonia apenas foi quebrada pela vitória do Porto sobre o Benfica e que teve algo de imprevisto pelo amontoado dos golos. já que o vandalismo a fazer recordar o Iraque nos dias de hoje!!! Também já não é notícia, tal a vergonha a que isto já chegou.

Aprendamos com a lição Chilena.
As lições que nos chegam do Chile, da “Operação Resgate dos Mineiros de S. José”.
Este país vulgarmente dito da “América Latrina” deu várias lições ao mundo que convém não ignorar.
O Chile:
Saído do Pinochet, refez-se. Tem feito contas com a história.
Saído de um tremendo sismo e tsunami, refez-se. Sem choradinhos.
Agora a “Operação Resgate” onde se viu a braços com um salvamento nunca antes feito noutra parte do mundo. Sacar cá para fora 33 homens encurralados a 700 m de profundidade.
  Vamos começar pela lição de amor aos seu mineiros, em contraste com os russos, por exemplo, no caso do submarino onde deixaram morrer mais de 100 marinheiros da forma mais vil.
    Não esqueço uma mulher a ser injectada em plena demonstração de repulsa, pela forma como o governo desprezou os seus homens, pelo estúpido segredo militar.
    Não esqueço os mineiros chineses que morrem como toupeiras encurraladas.
   Não esqueço os mineiros portugueses que são esquecidos nas suas doenças.
  A “Operação Resgate” teve um planeamento exemplar. Não anunciaram um salvamento para amanhã, para depois ser adiado para o próximo mês e para o próximo ano, como sucederia cá.
  Não, foi anunciado para o Natal e antecipado dois meses. Brilhante
   Na “Operação Resgate” não enriqueceu nenhum político. Nem mesmo vai acontecer nenhuma derrapagem financeira. A empresa mineira viu as suas contas congeladas para não se furtar às responsabilidades como pretensão.
   A “Operação Resgate” foi de tal forma planeada que não se viu ninguém, atropelar ninguém. Todos sabiam perfeitamente bem… o que fazer. Engenharia perfeita como dizia a BBC. Todo o mundo irá beber na experiência e na lição Chilena. Todo o mundo está vergado
    Na “Operação Resgate” os jornalistas estiveram sempre arredados da zona de trabalhos, com a sua bancada construída para o efeito.
    Na “Operação Resgate” não se viram molhadas de polícias ou militares para conter a turba de familiares, jornalistas, curiosos e alcoviteiros. 
  Na “Operação Resgate” nenhum chefe de bombeiros, médico, engenheiro, ou penetra… deu entrevistas idiotas para a televisão.
   Na “Operação Resgate de S. José” falou-se pouco e trabalhou-se muito e bem.
Na “Operação Resgate” nada foi deixado ao acaso.
O joelho só serviu para dobrar a perna e não como mesa de trabalho.
O mundo está rendido à eficácia dos Chilenos.
Deixem de dizer “América Latrina” e olhem para o lameiro que está à porta.
Vem comigo àquele momento incandescente em que o mar e o sol se confundem .
Brinquemos com o fósforo, seremos estrelas e tudo brilhará à nossa volta porque nos amamos.
(marta medina, não é claro?!)

1 comentário:

Fuzo de agua doce disse...

Amigo Valdemar
Ao falares na recuperação dos Mineiros Chilenos, lembrei-me dum caso passado por cá, corria o ano de 1991, quando um Arrastão de seu nome: Bolama, saiu para testar um novo sistema que tinha sido colocado no Navio, afundou com 30 Pessoas a bordo, foram recuperados oito corpos, que deram á Costa, o Navio foi filmado a 130 metros de profundidade pela nossa Marinha, e os 22 corpos nunca foram recuperados.
Um abraço
Virgílio