quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Não é para levar a Sério!!!

Eu também viabilizo o Orçamento.
Porque como diz a dra. Ferreira Leite ( e quem não salta não é da malta).
Concordo com a redução dos salários dos funcionários públicos (até porque não sou funcionário público) com o fim ou diminuição das prestações sociais, sobretudo os que atingem os desempregados e os mais pobres ( também não sou desempregada nem pobre), com o aumento do IVA, do IRS e do IRC (desde que não afecte os bancos nem a Mota Engil)
 Se os "mercados" estiverem a ouvir que saibam que, somos todos amigos de peito, desempregados, pobres, idosos, com pensões congelas, crianças sem leite e sem Abono de Familia.
 Sócrates, Teixeira dos Santos, Ferreira Leite e os 4 cavaleiros do Apocalipse, Salgado, Faria de Oliveira, Ferreira e Ulrich, e muitos mais.
 Ouçam mercados somos nós a cantar.
     A VERDADE VOLTOU À POLÍTICA!!!
      O País está muito doente, este violento Orçamento do Estado é inevitável e tem de ser executado sem desvios e sem derrapagens criminosas da despesa pública.
          Onde é que eu já ouvi isto???
     Os tempos são de pobreza por muitos e maus anos.
     Os indigenas puderam  imaginar (quem ainda tem pachorra para os  ouvir) o que seria a nossa vidinha com Manuel Ferreira Leite no Poder
     Uma Estadista com um verdadeiro discurso de Estado.

1 comentário:

Fuzo de agua doce disse...

Nem tudo é negativo nesta crise, algo de bom está a acontecer, estão a ser postos a nu, estes rufias que com pele de cordeiro, nos têm sugado as até ao tutano, veja-se que estes intocáveis até á pouco, estão agora a ser apertados, vamos ver é no fim se pagam as favas ou se é mais um bocado de fogo de vista.
Um abraço
Virgílio