quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Justificar Descalabros com Moção de censura


Solidão Mata
riodouroniassa.blogspot.com

O país não precisa de mocões de censura ao Governo, o que o pais precisa é de mocões de censura ao regime.
De que valem as ditas eleições democráticas se ao sermos chamados a eleições para votarmos, temos de votar nos partidos que eleitos continuam a ser mais do mesmo. Só valeria a pena votar, se fosse possivel  mudar, para podermos mudar de vida.
Não basta votar para acabar com a corrupção disfarçada no marketing desta política vigente!!!
Para findar com a corrupção disfarçada que já nem necessita de se encaputar nem mesmo se disfarçar em negócios sofisticados onde se empregam ainda as palavras caras. Só se vai acabar com o clientalismo que é mantido pelos mesmos incompetentes, durante decadas nas empresas públicas. Para isso será necessário  acabar com o sufoco fiscal a que são submetidos os  portugueses que trabalham e as empresas que produzem, para que algumas da capital vivam à conta do Estado.
Se não for o povo a obrigar a mudar tudo isto, "e provalmente nos próximos tempos nãoo fará", as mocões de censura só servem pra entreterem-se uns aos outros, cada vez endividando mais o País e o povo que lhes paga e que os deveriam obrigar a acabar com este triste espectáculo circenses.
As moções caíram em tal ridículo do agora apresento eu, agora apresentas tu!!!
Pobre País que gera  filhos desnaturados desta estirpe e que tão mal nos tratam.
A nós e ao nosso querido Portugal.

2 comentários:

edumanes disse...

Que me desculpem. O país não precisa de moções de censura. O que o país precisa é de Homens de agá Grande, para o governarem.
Mas pergunto eu, onde estou esses Homens?
Penso que eles existem, só que não querem dar a cara, e poque será, que o não fazem?
Apareçam, e terão o apoio do povo? Participem na luta, porque, é tempo de mudar os destinos do país, e para o bem-estar de uma sociedade mais justa de todos nós portugueses.
Qual foi o motivo, que levou os portugueses, ao golpe de estado em 25 de Abril de 1974?
Agora não seria por razões políticas, mas, sim, principalmente, económicas, Já para não falar de muitas outras.
Um abraço
Eduardo.

Fuzo de agua doce disse...

Ora aí está, como as coisas estão claras, no primeiro parágrafo dizes tudo, o que está em questão é o regime, não basta mudar as moscas.
Um abraço
Virgílio