quinta-feira, 3 de junho de 2010

Diagonóstico de um País Doente

P.E.C.
Programa de Endividamento Continuado.
Bloco Crentralão que todos os dias nos crucifíca
O Governo está doente, está mesmo gravemente doente.
Já não ouve, já não anda , não ouve e fala sem nexo. Sintomas evidentes de perda de consciência, o mesmo estado em que se encontra o maior partido dito da oposição!!!
 O governo não quer ver a realidade do país: a fome que aumenta, que cada vez são muitas mais aquelas familias que ocorrem às carrinhas de distribuição de alimentos, os campos por cultivar, as empresas em processo de insolvência, a imoralidade na manutenção o aumento de todo tipo de regalias de titulares de altos cargos ( como o aumento das despesas dos deputados com viagens e transportes), quando Portugal tem o mais alto déficite externo no âmbito da OCDE.
     O governo não dá um passo para conceber politícas sectoriais que nos ponham a produzir, nem tão puco aproveita os fundos que o QREN podia disponibilizar para apoio às pequenas e médias empresas.
   Meia dúzia de medidas desgarradas anunciadas num dia, para serem alteradas no dia seguinte, no meio da maior trapalhada, como sucedeu no caso dos impostos.
     O governo com o apoio do Bloco Central vai-se transformando num problema crónico, que não resolve coisissima nenhuma positivamente.
O cinto deles Governantes e sua clientela cada vez alarga mais furos, mas o nosso já não tem mais furos para apertar. 
                           Deveriam perceber, que para tudo há um limite.

2 comentários:

TINTINAINE disse...

A situação é negra!
Não sei se teríamos hipótese de salvação, mesmo com um governo competente, devido à situação de crise generalizada que se vive na Europa.
Mas com esta espécie de gente que nos governa, não há qualquer esperança. Enquanto não os vir a reduzir os seus salários para metade e acabar com as mordomias que todos conhecemos, nada susterá a nossa queda para o abismo.

Fuzo de Agua Doce disse...

Concordo com a mensagem do Valdemar e com o comentário do Tintinaine, isto está a ir cada dia mais ao fundo,eles perderam a noção do bem e do mal,são asneiras umas atrás de outras, medidas aplicadas sem primeiro serem pensadas convenientemente, enfim uma trapalhada generalizada com prejuízos para os mesmos de sempre.
Um abraço
Virgilio