quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Fado Metangula

Monte Tchifuli

Metangula e Lago Niassa
(Com a devida vênia)

Fado Metangula
Tens belas ruas, tens avenidas
Tens tantas coisas que nos são queridas
Tens aeroporto, tens aviões
Tens bom cinema, tens diversões
II
Recentemente já rádio há
Nem há paisagem como as de cá
Tens pôr-do-sol, visto de graça,
És a mais linda deste Niassa
III
Ó Metangula
És afinal
Grande "cidade" de Portugal
Tens tantas coisas,
Boas e belas,
Que nós ficamos
Loucos com elas.
IV
Ó Metangula
Tu tens razão
Já só te falta Televisão
Vais dentro em pouco
Ser das primeiras,
Mas só não tens é
Mulheres solteiras
Quanto mais falamos deste recanto maravilhoso, mais se solidificam os nossos elos de ligação

3 comentários:

TINTINAINE disse...

Olá Valdemar!
Estamos a ficar velhos demais para sonhar em voltar aquele paraíso, mas é pena, não é?
Eu reconheço estes versos. São do cancioneiro do Niassa, não são?

Valdemar disse...

Tenho aqui o livro/cassette completo com "O Cancioneiro do Niassa" (ofertado por Luís Horta um Filho da Escola) que é afinal uma colectânea trágico-comica de fados mas o mais interessante é saber que os autores são desconhecidos. Apenas se sabendo que pertenciam aos vários ramos das Forças Armadas... Para os interessados podem escutar as músicas na net/youtube.
Valdemar Alves

Valdemar disse...

Seguramente o mesmo se passará connvosco! Enquanto estamos a lêr ou a escrever coisas desse tempo, estamos a vivê-las forte intensidade. Depois com a vantagem de nos iludir-mos que ainda não passaram todos estes anos por nós. É tão maravilhoso. Verdade que recordar é viver é viver duas vezes.
Vamos continuar a acalentar este amor.
Sim é um dos dois fados dedicados a Metangula.
Eu identifico-me totalmente com este.
Sim Valdemar, eu de quando em vez lá vou ouvindo umas músicas. Quando amamos, nunca nos cansamos.